Polícia Civil vai entrar em greve se não for aprovado reajuste

O presidente da Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis, Jânio Bosco Gandra, disse que a Policia Civil vai entrar em greve por tempo indeterminado se os deputados não votarem a PEC 300/08 até o dia 18 de maio.

Segundo ele, alguns deputados aproveitam o clima de campanha para defender a proposta nos corredores, mas na verdade não querem colocar a PEC em pauta porque votariam contra o texto. “Não dá mais para ficarmos nos corredores da Câmara dos Deputados ouvindo palavras de apoio de deputados que votam contra a proposta”.

Ele participa de audiência pública da CPI da Violência Urbana que discute as PECs 300/08, que trata do piso nacional dos salários dos Policiais Civis, Militares e Bombeiros; e 308/04, que transforma os agentes penitenciários em Polícia Penal.

Polícia Penal

O presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Rio de Janeiro, Francisco Rodrigues, defendeu a criação da Polícia Penal, prevista na PEC 308/04. Segundo ele, a profissionalização dos agentes que trabalham nas prisões é a maneira de quebrar o ciclo atual em que as penitenciárias pioram os criminosos ao invés de promover a ressocialização.

“Hoje o agente penitenciário é o braço do estado responsável por dizer não ao preso. Se ele quer médico, temos de dizer não, se quer assistente social, dizemos que não. Como podemos ressocializá-lo dessa maneira?”, disse.

Rodrigues defendeu ainda que o sistema de segurança pública do país só será eficaz se tratar também do sistema penitenciário e não apenas do policiamento e da Justiça.  (Agência Câmara)

 

 

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation