Polícia Militar recebe embarcações para criação de pelotão fluvial

A Polícia Militar do Acre recebeu sua frota náutica para formar o primeiro pelotão fluvial da história da corporação. Em um Estado amazônico, onde os rios tornam-se as estradas para grande parte da população, a criação dessa unidade especializada chega tardiamente. Na fronteira com os dois maiores produtores de drogas do mundo (Bolívia e Peru), os rios acreanos tornam-se porta de entrada para traficantes driblarem as fiscalizações em rodovias e aeroportos.Fluvial1
Totalizando 11 embarcações entre barcos e lanchas, as viaturas fluviais vão realizar patrulhamento nos rios das bacias do Juruá, Purus e Alto Acre. A entrega da frota aconteceu na manhã de ontem durante a cerimônia de formação de mais 200 segundos-sargentos. Carros e motos também foram entregues para reforçar o policiamento urbano.

Depois de receber o reforço para o novo patrulhamento, a cúpula da Segurança Pública irá traçar as estratégias de ação do pelotão. O primeiro desafio é levar parte dos barcos para o Vale do Juruá. Com a BR-364 ainda sem condições de trafego, o governo pedirá o auxílio da FAB (Força Aérea Brasileira) para o transporte. A criação do pelotão fluvial estava em análise desde o ano passado.

A Secretaria de Segurança contou com a ajuda do Ministério da Justiça para adquirir a frota náutica. Não se tem definido ainda o número exato de quantos homens irão compor a unidade. Além da PM, ela será composta pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Civil. “A idéia é que em cada barco tenha três policiais”, diz a secretária Márcia Regina (Segurança Pública).

A proposta é que a presença da polícia nessas regiões isoladas seja preventiva. Márcia Regina afirma que a pasta quer que o pelotão esteja em atividade o mais rápido possível. No segundo semestre será criado o Pelotão de Fronteira da Polícia Militar. O pelotão funcionará como apoio e reforço nas ações do grupo fluvial. Graças à reformulação no estatuto da tropa, 211 militares foram promovidos a segundo-sargento.

Eles integram batalhões da Capital e do interior. A promoção ocorreu por merecimento e tempo de serviço. Os praças passaram por curso de formação no Ciesp (Centro Integrado de Estudos em Segurança Pública).

Fluvial2
Marinha vai reforçar a presença em rios acreanos

Em visita ao Acre no meio da semana, oficiais do 9º Distrito Naval da Marinha do Brasil, sediado em Manaus, informaram que a armada irá reforçar sua presença nos rios acreanos.  Uma agência de segurança do tráfego aquaviário será instalada em Cruzeiro do Sul, região onde se concentra o maior fluxo de navegação. A criação da unidade faz parte da Estratégia Na-cional de Defesa, que tem como um dos objetivos aumentar a presença das três forças na Amazônia. Os militares também visitaram obras construídas pelo governo estadual e financiadas com recursos do Calha Norte no Vale do Juruá.   

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation