Pular para o conteúdo

Semsa e Sesacre fazem capacitação para profissionais que atuam contra o tabagismo

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesacre), abriu ontem uma capacitação para mais de 60 médicos, enfermeiros, psicólogos e outros profissionais da Saúde. O curso foi convocado pela Área Técnica de Controle Contra o Tabagismo da Semsa, com objetivo de melhorar ações de prevenção ao cigarro e qualificar o tratamento aos fumantes nos Centros de Saúde da Capital.

A capacitação durará até hoje, das 8h às 17h, no auditório da Funasa, Avenida Antônio da Rocha Viana. Trata-se do primeiro trabalho feito para a campanha de mobilização que a Semsa prepara anualmente para 31 de maio, o Dia Mundial Sem Tabaco.
Segundo Domice de Araújo Anute, responsável pela área técnica da Semsa, o curso foi trazido em virtude de uma pesquisa de 2008, que apontou números preocupantes para Rio Branco. Conforme tais estudos, a capital acreana é a 6ª colocada com maior índice proporcional de fumantes no país. Outro número ainda mais assustador é que a cidade também é 1ª lugar de fumantes entre as mulheres.

“Para mudar este panorama, estamos buscando algumas alternativas junto à sociedade. Uma delas é este curso, que é voltado a apresentar tratamentos e técnicas diferenciadas para a garantia de um atendimento mais adequado aos fumantes da nossa cidade. Além disso, a capacitação traz métodos renovados de como os profissionais da Saúde podem motivar, com maior eficácia, os fumantes a abandonar o vício”, apontou Domice.       

Proibição de fumo em locais fechados – Outro ponto tratado durante a capacitação é a Lei Municipal 1.764/2009, que proíbe o fumo em ambientes públicos ou privados, já que não existem níveis seguros de exposição à fumaça do tabaco. De acordo com a responsável pela área técnica da Semsa, é preciso montar estratégias e inspeções junto à Vigilância Sanitária Municipal para fiscalizar os estabelecimentos da cidade.