Donas-de-casa irmãs são vítimas de violência sexual

Duas irmãs de 27 e 40 anos, moradoras do bairro Montanhês, foram vítimas de violência sexual na madrugada de quinta-feira, 13, quando um desconhecido armado de escopeta invadiu a residência de um parente das duas mulheres e as obrigou a acompanhá-lo até um matagal próximo da casa.

No local, o desconhecido, com ameaça de morte, obrigou as mulheres a tirarem as roupas e, em seguida, violentou a jovem de 27 anos. Ele ainda obrigou a irmã mais velha a ir roubar um aparelho de DVD, enquanto aguardava no terreno baldio, mantendo a outra mulher sob a mira da escopeta.

Cerca de duas horas depois, a mulher de 40 anos retornou ao local onde teria deixado a irmã refém do maníaco se-xual e lhe entregou o aparelho de DVD que ela conseguiu roubar de um vizinho.

De posse do aparelho, o desconhecido teria liberado as mulheres. Antes, porém, ameaçou que caso elas prestassem queixa ele retornaria para matá-las.
Mesmo sendo ameaçadas, as duas irmãs procuraram a Delegacia Especializada de Proteção à Mulher (Deam), onde registraram a queixa-crime.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation