Gazetinhas 01/06/2010

* Um desrespeito total.

* Mais do que isso: uma judiação o que fizeram ontem contra a população que precisa de ônibus.

* Nenhum ônibus circulou, a paralisação foi total.

* Debaixo de chuva e frio, os usuários tiveram que se virar para ir ao trabalho;

* Os estudantes para as escolas.

* Não pode.

* A greve vai para duas semanas e começa a afetar também outros setores, como o do comércio.

* No caso dos estudantes da rede pública, vão perder mais aulas, porque já perderam dois meses com a greve dos professores.

* A semana começou também com um rápido “apagão”.

* É sempre aquela história: ventou, trovejou, choveu, lá se vai a energia.

* Na política local, os dirigentes da Frente Popular, a Grande Frente, reuniram-se ontem de manhã para anunciar a lista dos candidatos a deputados federais e estaduais.

* Os partidos oposicionistas estão parados, travados.

* Mesmo sendo ainda pré-campanha, não é proibido fazer política.

* Instituto de pesquisa Datafolha continua anunciando neste matutino, com inscrições abertas para pesquisadores free-lancer.

* Os interessados devem acessar o site www.datafolha.com.br

* Pessoal de Cruzeiro do Sul comemorando nestes dias o Centenário da Revolução Autonomista do Juruá.

* Abandonados pelo poder central, fizeram um movimento para declarar independência.

* Osmir D’Albuquerque Lima era um dos líderes do movimento separatista, que acabou com um morto.

* Mas não teria sido por tiro; foi malária mesmo.

* A propósito, o Deracre terá que rever a data de reabertura da BR-364 para os municípios do Juruá.

* Choveu muito nesses dias na região.

* Presidente da Academia Acreana de Letras, Clodomir Monteiro, manda e-mail informando que a sessão solene de pane-gíricos aos imortais falecidos, marcada para o próximo dia 4, foi adiada para a segunda quinzena do mês.

* Em data ainda a ser confirmada, serão eleitos os novos imortais.

* Moradores da Apolônio Sales agradecem o prefeito Angelim por ter consertado a estrada até ao resi-dencial Santa Cruz, mas faltou chegar pelo menos até ao chalé.

* Não pode. O chalé já é um patrimônio da comunidade.

* Miau!

* Nada, não, leitor. Foi o árbitro que apitou o jogo domingo entre o Vasquinho e o Fogão.    

Assuntos desta notícia


Join the Conversation