Hora de produzir

O governador Binho Marques lança hoje o Programa de Inclusão Socioprodutiva, no valor de R$ 43 milhões destinados a uma centena de empreendimentos. O nome do programa, como sempre, pode soar grandilo-quente, mas o que vale é o objetivo.

Na verdade, já algum tempo que o Governo do Estado vem firmando convênios com os municípios, com comunidades de produtores, repassando uma boa quantia de recursos públicos.

Trata-se de uma boa iniciativa e até mesmo necessária, considerando que a maioria dos municípios tem um orçamento minguado e as comunidades precisam de recursos não para fomentar o empreguismo público, mas para produzir, gerar postos de trabalho e renda.

Passada mais de uma década que o Estado fez uma clara opção pelo chamado desenvolvimento sustentável, é hora de apresentar resultados. Muitos recursos foram gastos em obras de infra-estrutura, como o asfaltamento de rodovias. Daqui por diante é pesquisar, planejar e produzir nos mais diversos segmentos da economia.
Não há porque ter medo da geração de riquezas, através da produção, do trabalho, da industrialização. Com a miséria é que não se chega a lugar algum.  

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation