Oposição inicia seu giro oficial pelo interior

A oposição dá a largada, hoje, a uma série de comícios e reuniões que inauguram oficialmente o período eleitoral de 2010. Estarão  reunidos em praça pública  Tião Bocalom (PSDB), candidato a Governo do Estado, Sérgio Petecão(PMN) e João  Correia (PMDB), candidatos as duas vagas do Senado Federal, além, dos candidatos proporcionais a deputado esta-dual e federal da chapa.

O local escolhido para o início de campanha foi Acrelândia, exatamente o município onde Tião Bocalom, foi prefeito e tornou-se sua  principal liderança. Na ocasião, a oposição pretende lançar suas principais bandeiras de campanha, que deve se concentrar entre educação, saúde, produção rural e sobretudo segurança pública, tema que vem tomando cada vez espaço dentre as prio-ridades da população devido aos últimos acontecimentos. “A segurança hoje interessa a todos, já que chegou ao Centro da cidade, assustando pobres e ricos”, disse Petecão.

Além do programa oficial de Governo, a oposição pretende enfatizar o clamor popular de mudanças, principalmente no surgimento de  lideranças renovadas que representem a defesa da liberdade e alternância de poder. Para Petecão, o esforço é para evitar que a política no Acre se torne uma ação entre amigos, “onde o mesmo grupo vem se alternando e  se consolidando privilégios de forma autoritária”. O objetivo é levar uma mensagem de mudança e a certeza que a oposição pode e deve servir como alternativa de Governo, já que possui quadros efi-cientes e experiência de poder.

De acordo com o programa oficial da oposição, serão 18 dias de giro pelo interior o que deverá incluir 18 municípios. A viagem se inicia por Acrelândia (14), e segue por Manuel Urbano (15), Feijó (16), Tarauacá (17), Jordão (18), Cruzeiro do Sul (23), Xapuri (27), Assis Brasil (28), Epitaciolândia (29), Brasiléia (30), Capixaba (28), Plácido de Castro (4), Sena Madureira (6) e finalmente Bujari (7) nesta primeira rodada. A idéia é prestigiar todos os quadrantes do Estado, tanto da zona urbana quanto rural, independente da coloração partidária do município visitado. (Assessoria)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation