PT pode romper alianças para exibir Lula em propaganda

Para não perder o direito de exibir imagens do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, na propaganda de seus candidatos a governador, a direção nacional do PT orientou os diretórios regionais do partido a romper as coligações com legendas que tenham lançado candidato à Presidência.
Lula-ZPE1
“Essas coligações foram feitas para agregar mais 15, 30 segundos à propaganda. Mas, diante da decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), chegamos à conclusão de que é melhor perder esse tempo de propaganda do que a imagem da candidata Dilma Rousseff (PT) ou do presidente Lula (PT)”, disse o presidente do PT, José Eduardo Dutra.

O presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, reconheceu que a decisão do Tribunal criou confusão. Por isso, os ministros resolveram não publicá-la até que a questão seja reavaliada. O assunto deve voltar à pauta do Tribunal a partir de 2 de agosto.

Mudanças no Acre – Se as informações divulgadas, ontem, pelo jornal O Estado de S. Paulo, se confirmarem poderá haver uma mudança no quadro eleitoral acreano. Nesse caso, a FPA não poderia manter a coligação com o PV, que tem Marina Silva como candidata ao Planalto.

A outra hipótese é manter a aliança com os Verdes. Mas não utilizar as imagens do presidente Lula e nem da sua candidata Dilma Rousseff. Isso é improvável porque muitos dos avanços sociais conseguidos pelos mais recentes governos da FPA estão diretamente ligados ao presidente Lula. Também se houver a manutenção do PV na FPA os próprios Verdes não poderão utilizar a imagem de Marina Silva nas suas propagandas eleitorais.

Vale destacar que a decisão do TSE não é definitiva. No entanto, o próprio Diretório Nacional do PT está se antecipando ao TSE conforme a notícia publicada pelo jornal paulista. A propaganda gratuita de rádio e TV dos partidos e coligações começam no próximo dia 16 de agosto.
(Nelson Liano Jr. com informações da Agência Estado)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation