Tião Viana lidera com folga primeira pesquisa Fieac/Ibope

O presidente da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), Francisco Salomão, concedeu entrevista coletiva à imprensa para falar da pesquisa encomenda ao Ibope. O objetivo principal foi identificar os problemas sociais do Estado. No entanto, o maior destaque ficou mesmo para a sondagem de opinião em relação às eleições 2010, no Acre.
Pesquisa1
As intenções de votos mostram os irmãos Vianas em grande vantagem em relação aos seus adversários. Tião Viana (PT) lidera a corrida ao Palácio Rio Branco com 63% das intenções de votos. Bocalom (PSDB) tem 18% e Gouveia, o Tijolinho (PRTB), 2%. Por outro lado, 13% são os indecisos e 3% votarão branco ou nulo.

Na pesquisa espontânea, sem apresentar ao eleitor os nomes dos candidatos, Tião Viana tem 20%, enquanto Bocalom, 7%. Os indecisos são 67%. Os números da sondagem espontânea refletem o começo da corrida eleitoral quando as campanhas ainda não chegaram a todos os segmentos da sociedade. Portanto, muitos eleitores ainda não sabem citar espontaneamente os nomes dos concorrentes.

Pesquisa2
Jorge Viana poderá ser um campeão nacional de votos

Segundo a pesquisa Fieac/Ibope para as duas vagas do Senado, o ex-governador Jorge Viana (PT) poderá ser uma dos senadores mais bem votados do Brasil. Os números indicam Jorge Viana com 67% das intenções de votos. Sérgio Petecão (PMN) está em segundo, com 31%, seguido por Edvaldo Magalhães (PCdoB), com 27%. João Correia (PMDB), tem 11% da preferência do eleitorado.

No entanto, vale ressaltar que, segundo a pesquisa, praticamente três quartos dos eleitores acreanos ainda não definiram seus dois votos ao Senado. Na sondagem espontânea, Jorge Viana, aparece com 13%. Os outros três candidatos aprecem com índice igual ou inferior a 4%. Tudo indica que um resultado de sondagem mais eficiente da disputa da segunda vaga ao Senado só será conhecido, mais adiante, com o desenrolar da campanha dos candidatos.

Pesquisa3
Preferência à presidência

A mesma pesquisa indica a tendência do eleitorado acreano em relação aos candidatos à Presidência da República. Nesse caso, José Serra (PSDB) lidera com 39%, acreana, Marina Silva (PV), 29% e Dilma Rousseff (PT), 16%. Os indecisos ainda são 9%. No entanto é preciso atenção para esses números. Na pesquisa espontânea, sem apresentar aos entrevistados os nomes dos candidatos presidenciáveis, existem 51% de indecisos. Serra aprece com 21%, Marina, 15% e Dilma, 9%.

Avaliação do atual Governo
O governador Binho Marques (PT) deverá terminar a sua gestão com uma avalição positiva da sua gestão. Pelo menos é isso que mostra a pesquisa Fieac/Ibope. Para 53% dos entrevistados a administração atual é Boa ou ótima. Outros 34% acham que é regular e apenas 7% consideram ruim ou péssima. Quanto a atuação do governador Binho Marques, 68% dos eleitores o aprovam. 17% desaprovam e 15% não quiseram opinar. Já a gestão do presidente Lula obteve 68% de boa e ótima. Regular 22% e ruim ou péssima, 8%.

Problemas estaduais
A pesquisa também mostra quais as áreas que os eleitores consideram mais problemáticas. A saúde tem 49%, a segurança pública, 41%, a educação e a geração de emprego empatam com 21%. A questão da energia elétrica teve 10%.  Quanto ao setor que mais pode desenvolver o Estado, 44% acham que é a indústria, 23% a agropecuária e 23% o comércio.

Maior influência eleitoral
Outro ponto interessante abordado pela pesquisa foi sobre os personagens políticos que podem influenciar os votos dos eleitores. Nesse caso, o ex-governador Jorge Viana, tem 33% de poder de influência, o presidente Lula, 29%, Marina Silva 23% e o governador Binho Marques 22%.

Frente Popular comemora números da pesquisa
Os candidatos majoritários da FPA comemoraram os resultados da Pesquisa Fieac/Ibope.

Tião Viana que concorre ao Governo avaliou: “recebemos com muita alegria e ao mesmo tempo humildade os números dessa pesquisa. Estamos dando início a uma campanha e acho que a nossa mensagem está sendo bem recebida”, disse ele. Tião Viana declarou também que a campanha está apenas começando e que a população ainda não conhece em profundidade o programa de governo da Frente Popular. “Quando dermos conhecimento aos eleitores do programa que estamos debatendo democraticamente em cada município, esses números vão melhorar ainda mais”, salientou.

Jorge Viana comentou o fato de ser o candidato com maior poder de influenciar os eleitores. “Recebo isso ao mesmo tempo com humildade e sem falsa modéstia. Acho que todo mundo trabalhou por mim como liderança do nosso projeto. O Lula, o Tião, a Marina, o Binho trabalharam para mim. Portanto, o resultado é coletivo e não individual”, comemorou.

O ex-governador também comentou o fato da candidata do presidente Lula, Dilma Rousseff ter apenas 16% das intenções dos votos dos acreanos. “O Serra sempre foi candidato à presidência. As pessoas conhecem mais ele. A Dilma começou a sua jornada a pouco e não é tão falada. Até por conta da legislação eleitoral nós ainda não pudemos mostrar as suas qualidades aos eleitores. Tenho fé em Deus que com o desenrolar da campanha a Marina deverá vencer e a Dilma chegará a frente do Serra aqui no Acre. O povo acreano sempre foi generoso e grato e vai reconhecer quem está ajudando o nosso Estado”, argumentou.

O outro candidato da FPA ao Senado, Edvaldo Magalhães (PCdoB), avaliou: “os números são excelentes. Não poderiam ser melhores já que estou saindo do ponto de partido empatado tecnicamente com o meu adversário mais direto. Estou muito animado porque está havendo uma grande adesão à proposta da união da bancada acreana no Senado. Esse é o primeiro retrato de uma campanha que ainda mal começou. Os números dessa pesquisa quebram os mitos”, garantiu.

Obs.: A reportagem de A GAZETA tentou ouvir por telefone os candidatos majoritários da Frente de Oposição para repercutir a pesquisa, até às 17h de ontem. No entanto, fomos informados de que eles se encontram em campanha no Alto Juruá, possivelmente em localidades rurais onde não existe sinal de telefone celular.    

Pesquisa realizada  entre o dias 12 e 14 de julho.  Pesquisa registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Acre sob o protocolo nº 6306/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral do Acre nº 19641/2010.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation