Depois do susto em Manuel Urbano ex-governadora viaja para check-up

A ex-governadora e candidata a deputada estadual pelo PTB, Iolanda Lima, 74,  anunciou ontem (9) que vai se ausentar do Estado por uma semana para um check-up. A decisão foi motivada por um episódio isquêmico transitório – falta de irrigação no cérebro por um curto tempo – enquanto ela participava de uma programação política em Manuel Urbano, neste final de semana.
Iolanda-Lima10
“Foi uma espécie de bloqueio. De repente não sabia o que estava acontecendo em volta, cheguei a perguntar quem eram algumas pessoas que estavam próximas a mim naquele momento”, explicou. Após o episódio, Iolanda foi transferida para o Pronto-Socorro, onde ficou internada por 24h.

O diagnóstico oficial ainda não foi expedido, mas análises clínicas preliminares apontam que Iolanda teve realmente uma interrupção momentânea da irrigação do cérebro, também conhecido como “pré-derrame”. Já recuperada do susto, ela está em casa e pretende viajar ainda hoje para Goiânia ou Brasília, onde vai fazer exames detalhados.

Mesmo ausente do Estado, ela assegura que a campanha continua. Será tocada pelos amigos, tendo como linha de frente o secretário do PTB, Osmir Lima. Ele, aliás, foi um dos primeiros a prestar apoio à candidata, que também é presidente da sigla. “Nós passamos mais de um ano organizando o partido, não podemos parar agora”, disse.

Essa é a segunda vez que Iolanda apresenta problemas de saúde durante uma campanha eleitoral. A primeira foi no ano de 2000, durante um comício em Brasiléia. Ela ficou parcialmente surda em virtude do alto volume de uma caixa de som.

“Vou aproveitar para fazer um check-up, mas a campanha continua. Voltarei ainda mais aguerrida do que antes, só vou parar quando Deus disser que chegou a hora”, declarou.

Iolanda Lima Fleming nasceu em “Vila Castelo”, hoje município de Manuel Urbano. Foi governadora do Acre de 15 de maio de 1986 a 15 de maio de 1987, tendo sido a primeira mulher a governar um estado brasileiro. Nestas eleições, tenta uma vaga na Assembléia Legislativa do Estado.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation