No Acre, PT deve confirmar hegemonia no governo estadual

Rio Branco (AC) – Governado há 12 anos pelo PT, o Acre deve eleger mais um governador do partido no próximo domingo (3). As pesquisas mais recentes para a eleição no estado (Ibope) apontam vitória de Tião Viana no primeiro turno, com 58% das intenções de voto. Em segundo lugar, aparece o candidato do PSDB, Tião Bocalom (25%), e, em terceiro, Antonio Neres Gouveia, o Tijolinho (PRTB).

O irmão de Tião Viana, e agora candidato ao Senado, Jorge Viana, foi eleito governador em 1998 e em 2002, sempre no primeiro turno. Em 2006, o petista Binho Marques, que era vice de Jorge Viana, também foi eleito no primeiro turno.

A força política do PT no estado tem ligação com a trajetória do seringueiro e líder sindicalista Chico Mendes, um dos fundadores da legenda no Acre. O grupo político, conhecido como Frente Popular do Acre, também elegeu a atual candidata a presidente Marina Silva para o Senado em 2002. Em 2009, Marina deixou o PT e filiou-se ao PV.

O segundo colocado nas pesquisas, Tião Bocalom, do PSDB, disputou o governo do estado em 2006 e a prefeitura da capital, Rio Branco, em 2008, quando foi derrotado pelo petista Raimundo Angelim.

Na disputa ao Senado, o PT deve ficar com umas das duas vagas, com a eleição de Jorge Viana. A outra deverá ser do deputado Sérgio Petecão, do PMN, que está coligado com o PSDB.

Apesar dos sucessivos governos do PT no estado, a candidata do partido à Presidência da República, Dilma Rousseff, deve ficar em segundo lugar entre os eleitores do Acre. José Serra, do PSDB, lidera as pesquisas de intenção de voto para presidente no estado. Já Marina Silva, que nasceu e iniciou sua trajetória política no Acre, aparece em terceiro lugar.  (Agência Brasil)

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation