Um e outro

Na medida em que se vai aproximando o dia da votação, vale repetir: o voto é livre, soberano e secreto e deve ser respeitado, acima de qualquer pretexto. Contudo, vale também alertar que entre os dois candidatos a presidente da República estão também em questão os interesses maiores do Estado.

Votar na candidata Dilma Rousseff significa, com certeza, a garantia de continuidade de alguns projetos e obras importantes para o Acre que estão em andamento ou em vias de serem implantadas, como a conclusão do asfaltamento da BR-364 até Cruzeiro do Sul, a ligação com a Interoceânica, a implantação da Zona de Processamento e Exportação (ZPE), entre outros. Além da continuidade de um projeto de desenvolvimento sócio-econômico sustentável.

Votar no outro candidato já não se pode dizer, com certeza, que esses projetos terão continuidade ou prioridade. Não se trata de chantagem ou tergiversação. A questão é que esse candidato não conhece a realidade do Estado e da própria Amazônia. Em nenhum momento apareceu sequer no vídeo citando pelo menos uma vez o nome do Acre, comprometendo-se com qualquer projeto regional. É preciso pensar nisso. 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation