Imazon detecta 210 km² desmatamento em agosto na Amazônia

O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), organização que faz um levantamento paralelo ao oficial da devastação na região amazônica, registrou em agosto a destruição de 210 km² de floresta.

A área detectada equivale a 131 vezes o tamanho do Parque Ibirapuera, em São Paulo, ou a pouco mais que 5 vezes o tamanho do Parque Nacional da Tijuca, no Rio. Só em julho, haviam sido detectados 155 km² de devastação na Amazônia Legal, que engloba os estados do Norte, mais Mato Grosso e parte do Maranhão.


O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), organização que faz um levantamento paralelo ao oficial da devastação na região amazônica, registrou em agosto a destruição de 210 km² de floresta.

A área detectada equivale a 131 vezes o tamanho do Parque Ibirapuera, em São Paulo, ou a pouco mais que 5 vezes o tamanho do Parque Nacional da Tijuca, no Rio. Só em julho, haviam sido detectados 155 km² de devastação na Amazônia Legal, que engloba os estados do Norte, mais Mato Grosso e parte do Maranhão.


Por conta da cobertura de nuvens no período, foi possível monitorar 81% da área da amazônia Legal. A região não mapeada equivale ao estado do Maranhão e a partes do Amapá, Roraima, Pará e Amazonas. (G1)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation