Polícia Civil extingue Delegacia de Flagrantes

A Secretaria de Polícia Civil decidiu extinguir a Delegacia Central de Flagrantes, que funcionava como a referência das ocorrências policiais da Capital. Agora, os delitos em flagrante podem ser registrados nas delegacias da 1ª e 5ª regional. O objetivo da descentralização, segundo a secretaria, é oferecer serviços mais ágeis e de qualidade aos cidadãos.

A medida também serve para que policiais militares não precisem deslocar grandes distâncias para ir a uma única delegacia responsável por registrar os flagrantes. A atual sede da Defla está localizada no bairro Estação Experimental. Essa não é a primeira vez que a direção da Polícia Civil tenta extinguir a especializada.

Nas outras tentativas, houve resistências dos próprios policiais, que chegaram a mobilizar o sindicato da categoria para impedir o fechamento. A extinção da Defla facilitará, ainda, a troca de informações entre as unidades da Polícia Civil, o que pode contribuir para a melhoria das investigações policiais.

A extinção da central de flagrantes também faz parte do projeto da secretaria de implantar projeto-piloto com as delegacias regionais. Nessas unidades, a Polícia Civil pretende reunir todas as atribuições previstas na Constituição Federal.

Além disso, a Defla já não comporta, sozinha, a grande demanda de serviços que cresce a cada mês. Os policiais que atuam na Delegacia de Flagrantes serão remanejados para a 1ª e 5ª delegacias.

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation