Homem acusado de matar policial há mais de 10 anos é capturado na fronteira

Um homem, identificado pelo nome de Frizomar Rodrigues da Costa, 48 anos, foi preso por policiais civis da delegacia do município de Epitaciolândia. Ele é acusado de crime de homicídio contra um policial militar.

O crime teria ocorrido em 1997, ou seja, há 13 anos, em Rio Branco, capital do Estado.

A vítima, o policial militar Ronaldo Nascimento da Silva, foi morto com tiros. Segundo consta no processo do caso, o PM teria se envolvido em uma briga com três irmãos. Um dos acusados seria Frizomar Rodrigues, que após o crime teria fugido para a região de Thauamanu, na fronteira do Acre com a Bolívia.

Frizomar foi preso em cumprimento a um mandado de prisão. Conforme informações da polícia, durante o período de fuga o acusado montou um comércio na cidade de Epitaciolândia, indo morar em uma propriedade no Ramal do Prata, local em que foi preso.

Ao ser preso, Frizomar alegou inocência e disse que permaneceu foragido por medo de morrer. Ele alegou que o crime contra o policial militar foi cometido pelos seus irmãos. Também contou que, na época, a casa de seus pais foi incendiada por familiares do policial morto, portanto, optou por fugir.
O acusado afirmou ter medo de ser morto dentro do presídio e que, por isso, tentou fugir novamente quando os policiais civis chegaram até a sua propriedade.

Na casa de Frizomar, a polícia apreendeu três espingardas e um rifle. ambos municiados. Das três armas, somente uma possuía registro.
Após a prisão, o acusado foi encaminhado à Delegacia Central de Epitaciolândia, onde o delegado Sérgio Lopes irá conduzi-lo até Rio Branco.

 

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation