Ônibus roubado teria sido usado em campanha de deputado

A empresa Superbuss Transporte de Passageiros e Cargas Ltda, com sede em São Paulo, protocolou na noite de quarta-feira (20), no Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE/AC), o pedido de devolução de um ônibus de passageiros com capacidade para 23 pessoas. O coletivo foi  roubado no início deste ano, na capital paulista. Em agosto,  o veículo foi apreendido pela Polícia Federal, no município de Bujari. Segundo as investigações, ele seria utilizado na campanha do candidato eleito a deputado estadual, Walter Prado (PDT).

O ônibus estaria sendo utilizado pela empresa de turismo Rizzo Viagens. Juntamente com o veículo, foram aprendidos um recibo com o texto “recebemos de Igreja Adventista do Sétimo Dia a quantia de R$ 3.000 (três mil reais) referente ao fretamento rodoviário no trecho Rio Branco/Tarauacá/Rio Branco”, além de doze cartazes coloridos com foto do candidato a deputado estadual Walter Prado, com o slogan “Segurança Para Todos”.

De acordo com a empresa Superbuss, constatou-se, por meio de perícia técnica realizada pela Polícia Federal,  que o ônibus era o mesmo que fora roubado em São Paulo. Agora, ela pede restituição do carro.

O processo está sob a relatoria do juiz federal Marcelo Bassetto. (Fonte: Ascom/TRE)

 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation