Irritado com acusações, prefeito de Feijó chama Petecão para um debate

O prefeito de Feijó, Dindim Pinheiro (PSDB), disse que o senador eleito, Sérgio Petecão (PMN), está se prejudicando ainda mais em Feijó ao continuar lhe culpando pela derrota de Tião Bocalom. Indignado com as acusações, Dindim fez uma série de críticas aos seus colegas de oposição, chamou Petecão para um debate em Rio Branco e afirmou que se continuar agindo como estão alguns de seus membros, a boa performance da oposição nessas eleições não vai passar de “fogo de palha”.
Livro5
O atrito entre o prefeito Dindim Pinheiro e a cúpula da oposição iniciou-se logo depois das eleições, pelo fato de o candidato a governador, Tião Bocalom, ter perdido em seu município por uma diferença significativa de votos. Desta vez a Frente Popular conseguiu vencer com 72% dos votos. O candidato a senador, Petecão, teve apenas 16% dos votos, contra 32% de Evaldo Magalhães e 40% de Jorge Viana.

Após a divulgação do resultado da eleição, que findou com a derrota de Bocalom por pequena diferença para Tião Viana, começaram as críticas ao prefeito Dindim Pinheiro. Principalmente Petecão levou a público sua insatisfação com a performance do prefeito. Dindim não teria levado a eleição a sério ou “não teria liderança suficiente” para garantir a transferência de votos.

As críticas irritaram o prefeito Dindim, que na última sexta-feira foi mais ácido contra seus colegas de oposição. “O Petecão anda falando demais, ele precisa ser mais humilde. Senão todo mundo vai começar a duvidar dessa tal liderança política que ele está se gabando de ser”, criticou, veemente. Dindim alertou a oposição para o perigo de estar piorando ainda mais a situação. “Eu, graças a Deus, sempre ganhei bem as eleições aqui em Feijó. Então está provado que o povo de Feijó vota em pessoas e não em partido. Ao me atacar, o Petecão está ganhando mais antipatia por aqui”, diz.

Dindim chamou Sérgio Petecão para um debate em Rio Branco. “Se ele quiser a gente vai discutir isso ao vivo aí em Rio Branco para a gente ver quem de nós dois tem mais liderança em Feijó”. O prefeito Dindim alertou para a ingratidão de seus aliados. “Parece que eles não perceberam, ainda, que a Frente popular sempre ganhou aqui com 85% dos votos e que desta vez eles baixaram a bola para 72%. Toparam na minha liderança, mas nosso pessoal parece não enxergar isso”. E faz um outro alerta: “Desse jeito a gente não vai chegar a lugar nenhum”. (Assessoria)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation