Acreanos avistam objeto oval de luz azul-esverdeada nos céus do Sábado Santo

Quem olhou para o céu por volta da meia-noite do último Sábado Santo (23) certamente se deparou com a inesquecível imagem de um objeto voador de formato oval com luzes azul-esverdeadas cruzando lentamente a calmaria da noite acreana. Segundo relatos, o Ovni teria demorado cerca de 30 a 60 segundos, se desmembrando em algumas partes e faiscando com um forte rastro luminoso emitido desde o corpo maior até as partes que se desprenderam. Pelo período de tempo relativamente longo, muitos conseguiram fotografar e até fazer vídeos do objeto estranho, que foi visto em Rio Branco, Brasiléia e Epitaciolândia e até em algumas comunidades rurais.
Luzes
Com uma cena de fazer inveja a qualquer ficção científica, muitas explicações foram dadas para a inesperada aparição. Desde avião em queda a cometa e até ‘milagre de Jesus Cristo’ e disco voador, foram várias versões. Mas o fato é que ainda não se sabe o que poderia ser o objeto astral e nem qual seria a sua procedência.

Duas das explicações mais lógicas foram dadas pelo pesquisador meteorológico Davi Friale, com base em conversas tidas com 2 professores da Universidade do Peru, que assistiram a maior parte do fenômeno. Segundo ele, com base na análise da trajetória do objeto (que foi sempre em direção verticalizado) e pelo intervalo de tempo, as duas explicações mais prováveis seriam de que o Ovni seria um satélite fora de órbita, ou mesmo um meteorito.

Eles eliminaram a hipótese de ser um avião porque para o objeto ter sido visto em outros municípios prova que ele deveria estar muito alto, entre 100 a 500 Km de altura, o que é bem fora do alcance de aeronaves (que voam a cerca de 11 Km). Também descartaram ser um cometa por ele só ter sido visto aqui e mais lento do que a velocidade usual destes corpos celestes (demoram poucos segundos e são vistos em vários lugares).

“Tudo indica ser um objeto de natureza humana, muito provavelmente um satélite que até então estava imerso no espaço, perdeu sua órbita e foi caindo, aos poucos, até se desfazer na atmosfera. Pode ter sido também um pedaço de meteorito errante, que teria sido atraído pela força gravitacional terrestre. Para saber o certo, será preciso mais estudos”, avaliou.
Vale ressaltar que no sábado retrasado (16), moradores do interior de Mato Grosso alegam ter visto um objeto semelhante. 

Assuntos desta notícia

Join the Conversation