Polícia Federal prende duas mulheres em flagrante tentando fraudar a Previdência

Agentes federais prenderam em flagrante na manhã de ontem, 7, Francisca Moraes de Rezende e Deurilância de Souza Rodrigues. Elas tentavam fraudar a Previdência com um laudo de perícia médica falso. A prisão se deu através de uma operação do Ministério da Previdência Social e da Polícia Federal.

A polícia descobriu que a nora da segurada teria sido a mentora da tentativa de fraude. Conforme análise doINSS, o atestado médico apresentado está fora dos padrões éticos da Medicina, apresenta CID inexistente, papel fora do padrão e a assinatura e letra não conferem com a do médico que estaria atestando o documento.

A investigação demonstra que a segurada pleiteava pela 4ª vez o benefício assistencial para portadores de deficiência física. Após serem conduzidas ao prédio da da PF de Rio Branco, a nora confessou ter forjado o atestado médico. As  acusadas foram encaminhadas ao presídio feminino.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation