Dia dos Motoristas

padre-massimo-fA Catedral festeja o Dia dos Motoristas neste domingo com oração e benção das chaves.

BEBEU, CORREU, MORREU:  esta era a placa que o DETRAN da década de 70 espalhava ao longo de todas as estrada do nosso Estado.

Mas neste ano, o DETRAN em parceria com a Polícia Militar e com o apoio da sociedade civil, lançou  no gabinete do Governo do Estado, mais uma campanha, denominada “Operação Álcool Zero”, com o objetivo de diminuir o índice de acidentes de trânsito causados pela ingestão de bebida alcoólica.

Segundo o Detran, no ano de 2010 foram registrados mais e acidentes graves com 140 mortes no trânsito no Estado, sendo 60 na Capital, devido a imprudência dos condutores. A maior preocupação das autoridades é conscientizar os motoristas quanto aos riscos oferecidos pela mistura de bebida e direção.

A Igreja quer entrar nesta campanha mais ostensivamente, pois desde a Comissão de Pastoral das Estradas com sede no Vaticano, começou a manifestar sua preocupação quando se deu conta dos 50 milhões de feridos e 1,2 milhões de mortos provocados cada ano pelos acidentes nas estradas e ruas do mundo inteiro.

 Por causa disso decidiu publicar os “DEZ MANDAMENTOS DO MOTORISTA”.

Aos Motoristas  pede-se antes de tudo  controlo sobre si próprios, cortesia, prudência, espírito de serviço e conhecimento das normas do Código de Estrada.

Esta mesma  Comissão Vaticana calcula que, ao longo do século XX,  tenham morrido 35 milhões de pessoas nas estradas de todo o mundo, a que se somariam mais de mil milhões de feridos e clama para que o carro não seja  expressão de poder, de domínio e ocasião de pecado, pedindo que seja evitada a ingestão de bebidas alcoólicas e atitudes como ultrapassagens perigosas e até a falta de cortesia, gestos indelicados, insultos e palavras grosseiras.

O documento desta Comissão Pastoral recomenda às pessoas de fé que cada viagem seja iniciada com uma oração, colocando os passageiros sob a proteção da Santíssima Trindade.

DECÁLOGO DOS MOTORISTAS.
I. Não matarás
II. A estrada seja para ti um instrumento de comunhão, não de danos mortais
III. Cortesia, correção e prudência irão te ajudar.
IV. Sê caridoso e ajuda o próximo em suas necessidades, especialmente se for vítima de um acidente
V. O automóvel não seja para ti expressão de poder, de domínio e ocasião de pecado
VI. Convence os jovens e os menos jovens a não conduzirem quando não estão em condições de o fazer.
VII. Apóia as famílias das vítimas dos acidentes
VIII. Procura conciliar a vítima e o automobilista agressor, para que possam viver a experiência libertadora do perdão
IX. Na estrada, tutela a parte mais fraca
X. Sente-te responsável pelos outros.
A Catedral Nossa senhora de Nazaré de Rio Branco dedica inteiramente o dia do Domingo 24 para a bênção das chaves dos carros e das motos e para pregações sobre estes 10 mandamentos do Motorista.
Então, Feliz dia do motorista, no dia de São Cristóvão.

Padre Mássimo Lombardi
  [email protected]

Assuntos desta notícia


Join the Conversation