Rio Branco FC segura o Papão no Mangueirão

Muitas foram as provocações vindas do Pará contra o Rio Branco FC. Elas serviram apenas para incentivar ainda mais os “guerreiros” que disputaram uma batalha campal no estádio do Mangueirão, em Belém/PA, e chegaram a abrir o marcador com o lateral direito Ley, mas acabaram sofrendo empate com o artilheiro Josiel.
paysandu_6_x_2_rbfc
Marcando o primeiro ponto em sua estreia, agora o técnico Everton Goiano começa a trabalhar os jogadores pensando no jogo de volta, no próximo domingo. Caso o estádio Arena da Floresta seja liberado, o Estrelão joga no estádio que se tornou tradicional na série C, contra o Luverdense/MT, no domingo, caso contrário deve ocorrer no Florestão, estádio da Federação. De folga na próxima semana, o Papão retorna apenas no dia 7, novamente no Mangueirão, no clássico paraense contra o Águia.

A demonstração de que o elenco formado vem para brigar por uma das vagas para a próxima fase da série C, o Rio Branco foi quem conseguiu os melhores lances na etapa inicial. Ambas com Juliano César, porém, após o gol o Estrelão recuou e permitiu que o Paysandu sufocasse, mas acabavam na forte retranca montada com três zagueiros.

Na primeira delas Rossini deu assistência para Juliano que dominou e carimbou a trave. Na segunda, após limpar o atacante soltou a bomba sem asa para a defesa de Alexandre. No entanto o gol saiu dos pés de Ley que ainda ajeitou e soltou bomba no ângulo de Alexandre, calando o Mangueirão, isso aos 28 minutos.

O gol acabou fazendo com que os jogadores acreanos recuassem. Logo em seguida Cideni chuta com perigo e, aos 39 minutos o Paysandu cobra falta rasteiro. A bola fica “pererecando” na área do Estrelão até a conclusão de Josiel. A bola entra mansamente, deixando tudo igual e motivando a torcida local a voltar a incentivar sua equipe.

Na etapa final, apesar da promessa do técnico de não recuar demais, foi o que aconteceu e o Paysandu avançou a marcação, sufocando mais uma vez o adversário. As melhores chances do Papão foram de Rafael Oliveira, obrigando Cordova a duas defesas. Mas, mesmo recuado, Ley, Juliano e Rossini ainda chegaram a ameaçar a meta adversária, porém a segunda etapa passou sem gols.

Ficha Técnica
Paysandu/PA 1×1 Rio Branco FC/AC
Local: Estádio Mangueirão, em Belém/PA
Data/Hora: 25/7/2011, às 19h30.
Árbitro: Mayron Reis/MA.
Gols: Ley (Rio Branco) e Josiel (Paysandu).
C.A.: Cideni, Jorge Felipe, Fábio, Luciano Henrique (Paysandu), Rodrigão, Martone, Juliano César e Rossini (Rio Branco).
Paysandu – Alexandre Pávaro, Cideni, Márcio Santos, Jorge Felipe, Alexandre Carioca, Fábio, Robinho (Andrey), Charles Vagner, Josiel, Luciano Henrique (Tiago Potiguar) e Rafael Oliveira (Zé Augusto). Técnico: Roberto Fernandes.
Rio Branco – Rafael Cordova, Ley, Rodrigão, Luciano, Martone, Rogério (Ananias), Ivo Almeida, Ismael, Juliano César (Araújo), Ezequiel Palermo (Polaco) e Rossini. Técnico: Everton Goiano.

Assuntos desta notícia


Join the Conversation