Preço do álcool do Acre sofre reajuste de 3% nesta semana, o maior do país

O Acre novamente figura entre os mais caros do país quando se trata de combustíveis. Desta vez, os postos locais tiveram o maior reajuste nacional registrado pela pesquisa semanal da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), referente a esta última semana (de domingo, dia 17, até sexta, 22). De acordo com a ANP, o álcool encareceu a uma faixa média de 3,01% em todo o Estado, ficando na média geral de R$ 2,56. Já a gasolina se manteve na mesma faixa de preço, com R$ 3,11.
Alcool
A pesquisa revela que o Acre se manteve no topo dos mais caros, com maiores valores tanto na média de preços (R$ 2,561/litros), quanto no posto em particular com maior preço do Brasil (R$ 2,93/litros). Comparando com a média nacional (R$ 1,893), o álcool no Acre está 67 centavos (26,17%) mais caro. Com a gasolina, a nacional (R$ 2,67) fica 44 centavos mais barata (16,47%).

O crescimento na faixa geral de preços do Acre ficou no pior lado da balança equilibrada desta semana. Segundo a ANP, 10 estados tiveram quedas nos marcadores de seus postos para o álcool, enquanto outros 16 (incluindo o Acre) mais o DF tiveram acréscimos. As reduções mais significativas foram de Mato Grosso do Sul (1,26%) e São Paulo (0,60%). Do outro lado, a alta mais relevante, como já mencionada, foi a do Acre (3,01%).

Na relação custo-benefício, abastecer com gasolina continua ainda bem mais em conta para o bolso do acreano (8%).

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation