Projeto Consultórios de Rua será implantado no Acre

Visando estabelecer estratégias para ampliar o acolhimento e acesso para usuários de drogas em situação de vulnerabilidade social, a área técnica de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas, da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), apresenta a proposta de implantação do projeto “Consultórios de Rua”, que ocorre nesta quinta-feira, 20, às 8 horas, no Auditório da Sesacre.

Durante dois dias (20 e 21), em período integral, profissionais da saúde mental, da atenção básica, de assistência social, bem como outros profissionais em saúde, estarão reunidos para debater e discutir a proposta, fazendo a apresentação institucional do projeto, visita de campo e aprofundamento teórico da abordagem sócio-antropológica do consumo de drogas e metodologias qualitativas na efetivação do projeto.

Segundo a gerente da Divisão de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas, Ximena Catalán, essa é uma proposta inovadora e que se reveste de extrema importância, tendo em vista o cenário atual do uso de drogas no Estado do Acre.

“Para que o projeto de fato se inicie e tenha efetividade, há necessidade de estruturar toda uma logística que dê suporte e estruturação às suas ações, sendo que a articulação da rede é fundamental para que se garanta uma linha de cuidado que atenda às necessidades da clientela em questão”, diz a gerente.

Conhecendo o projeto
Iniciado em Salvador no final dos anos 90, o “Consultório de Rua” atende principalmente crianças e adolescentes usuários de álcool e outras drogas, no qual os profissionais envolvidos realizam intervenções educativas e psicossociais, e contam com insumos para tratamento de situações clínicas comuns, além de distribuição de cartilhas e material instrucional, material para curativos, e medicamentos de uso mais freqüente.

O projeto integra as diversas ações implementadas e implantadas pelo Plano Emergencial de Ampliação do Acesso ao Tratamento e Prevenção em Álcool e outras Drogas (PEAD) com o objetivo de ampliar o acesso aos serviços de saúde, melhorar e qualificar o atendimento oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) às pessoas que fazem parte desse perfil. (Assessoria Sesacre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation