CRIMINALIDADE: cuidados para não se tornar mais uma vítima

 Freqüentemente os noticiários relatam roubos, assaltos, seqüestros, assassinatos, … e provavelmente você já foi vítima de alguma ação criminosa – além de conhecer várias pessoas que também foram vítimas, às vezes de forma trágica, das conseqüências da criminalidade…

Pois bem, a notícia é boa, mas depende de você. Estamos dando início a uma campanha de prevenção à criminalidade, que começa com medidas práticas que você pode adotar sem muito custo ou esforço…

Veja abaixo:

– Evite andar sozinho(a) em ambientes desertos e/ou escuros – a maioria dos crimes violentos ocorrem longe de lugares públicos e movimentados… Se tiver que transitar a pé em altas horas da madrugada, procure andar no meio da rua, para não ser surpreendido por algum assaltante que esteja de tocaia. Caso perceba algum movimento suspeito, e se for possível, corra até um lugar seguro (vigiado)…

– Mantenha-se sempre atento, se estiver em locais que ofereçam algum risco; como: becos, esquinas, praças… Caso pressinta que alguém está lhe seguindo e que será abordado(a), procure refugio: entre em algum bar ou estabelecimento comercial; toque em alguma campainha ou interfone; chame, em voz alta, por um nome qualquer; finja que está procurando alguém… Uma outra técnica é ir em direção ao suspeito para lhe pedir uma informação – isso pode lhe deixar perplexo e desistir do assalto…

– Evite andar com objetos de valor à mostra. Evite também andar com muito dinheiro e jamais mostre que está com dinheiro, em lugares públicos.

– Desconfie de pessoas estranhas. Jamais embarque num carro, ou moto; ou aceite um convite; ou abra a porta de sua casa para uma pessoa estranha.

– Tome muito cuidado ao dirigir. Semáforos, esquinas, entradas de garagens, estacionamentos… são pontos críticos que precisam de máximo cuidado. Chegue no carro com a chave na mão e saia logo em seguida.

– Caso seja abordado, não reaja. Tente agir com calma e entregue o que tiver – o mais importante, neste momento, é preservar a sua vida. Se o bandido for violento, tente apenas se esquivar de alguma agressão… Só reaja se tiver certeza do sucesso ou se não houver outro jeito…

– Se tiver um negócio de comércio ou valores, espalhe cartazes que possam inibir a ação de criminosos; como: “Loja protegida por sistema de segurança e monitorada pela polícia”. Coloque-os em vitrines e lugares visíveis.

– Tome cuidado com pessoas que se descontrolam facilmente, ou que estejam envolvidas com drogas… Uma simples discussão em casa, com um vizinho, no trânsito, etc., pode acabar em tragédia. Relacionamentos complicados também podem acabar em tragédias… Mantenha-se distante de pessoas potencialmente violentas. Se for o caso, peça ajuda ou faça uma denúncia na polícia.

Observação: Mulheres, crianças e idosos, precisam redobrar os cuidados.

Mesmo que tomemos todos os cuidados possíveis, sempre estaremos expostos a algum risco de sermos vítimas de algum crime ou violência. Então, se faz necessário que também busquemos uma sociedade melhor e mais justa; onde a criminalidade seja coisa raríssima – e não banal como é hoje. Para isso é preciso que você também faça a sua parte: apoie qualquer iniciativa que vise reduzir a miséria, as drogas e a criminalidade.

Temos um projeto que poderia reduzir drasticamente a criminalidade, mas não temos o apoio necessário – de mídia, de personalidades ou autoridades – para levarmos nossas idéias adiante. Se você quiser conhecer melhor nossas idéias, entre em contato; e se quiser apoiar nossos projetos, por favor, encaminhe este texto para pessoas que tenham maior poder de ação e decisão – principalmente para a grande mídia, personalidades e autoridades (para tal basta “Responder a todos” e acrescentar nomes de pessoas que possam ‘fazer a diferença’).

Agradeço em nome de todas as vítimas da criminalidade – que perderam dinheiro, bens e familiares. Não deixe de fazer o que está ao seu alcance, hoje, para que, amanhã, você não seja mais um a lamentar as grandes perdas que a criminalidade causa a suas vítimas.

Para finalizar deixo duas frases para sua reflexão:

“Perigoso é quem não tem nada a perder e vítima é quem tem muito a perder – e quanto mais você tem, mais pode perder.”

“Toda pessoa faz aquilo que pensa ser melhor para si – inclusive o criminoso.” Para acabar com a criminalidade, basta que a sociedade deixe isso bem claro PARA TODOS e ofereça opções melhores do que o crime. Pode parecer complicado, mas é mais simples e fácil do que você pensa…

O que você pode fazer não é muito, mas pode fazer toda diferença entre a sua vida ou a sua morte…

*Celso Afonso Brum Sagastume

 
 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation