Ponte da União, mais um sonho realizado!

Anibal-Diniz-f-sabrina-SoarDesde os tempos mais antigos, as pontes e viadutos são termômetros visíveis do progresso de uma região e de um povo. Essas obras tiram  comunidades do isolamento, fortalecem as relações comerciais e a troca de culturas, ampliam os horizontes de educação, saúde e segurança; valorizam os imóveis, estimulam o turismo, a economia e a mobilidade das pessoas.

As pontes são construídas por razões práticas, mas, freqüentemente, tornam-se símbolos de esperanças humanas e realizações, além de se constituírem cartões-postais que encantam turistas e aqueles que transitam por elas todos os dias.

Esse sonho, tornado realidade para o povo do Juruá, tem nome: Ponte da União – a maior e mais bonita ponte do Acre e uma das mais modernas do Brasil. Com seus 550 metros de extensão, quatro pistas de rolamento e duas passarelas para pedestres, sustentada em estruturas estaiadas tendo ao centro uma torre de 70 metros de altura e uma iluminação que faz brilhar os olhos.

É um monumento de altíssimo impacto social, histórico e econômico, que complementa a maior e mais importante obra de infra-estrutura rodoviária do Estado do Acre, que é a pavimentação da BR-364, estrada que teve seu início em 1968, mas que só avançou efetivamente para a possível conclusão pelo governador Tião Viana em 2012 graças aos esforços empreendidos nos últimos 16 anos pelos ex-governadores Orleir Cameli,  Jorge Viana e Binho Marques.

A Ponte da União foi inaugurada pelo governador Tião Viana no último dia 14 com uma festa que mobilizou milhares de pessoas de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves e também dos municípios mais distantes como Porto Walter, Thaumaturgo e outros situados ao longo da BR-364. 

A presença do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, que representou a presidenta Dilma na solenidade, teve uma simbologia toda especial. Foi ele, ao lado do ex-governador Binho Marques, que pouco mais de 2 anos atrás havia assinado a ordem de serviço para a realização da obra.  Paulo Passos, à época, era ministro do presidente Luis Inácio da Silva, que também não mediu esforços para que a ponte fosse construída, juntamente com as quatro outras pontes de grande porte sobre os rios Caeté, Purus, Envira e Tarauacá; além de outras sobre os rios Jurupari, Gregório, Liberdade e uma infinidade de igarapés ao longo da BR.  

Por isso, a justa homenagem do governador Tião Viana a todos que participaram dessa realização. Ao ex-governador Binho e ao ministro Paulo Passos em especial, porque foram os que se dedicaram mais exaustivamente à sua realização. Binho, pela concepção do projeto, sua inclusão nas obras do PAC e pelo esforço empreendido na execução de mais de 80% da obra; e o ministro Paulo Passos, pelo respeito e a solidariedade com que tratou os pleitos do Acre em todos os momentos em que as liberações dos recursos se fizeram necessárias.

Quem, além do presidente Lula, teria tido a coragem de autorizar uma obra no valor de R$ 150 milhões sobre o Rio Juruá, no extremo ocidente da Amazônia? Toda homenagem e gratidão a esse filho do Brasil que teve sensibilidade e olhar para o Brasil inteiro.

Eu, senador da República, me sinto feliz e realizado de ter participado de um ato histórico que vai mudar para sempre a vida da cidade de Cruzeiro do Sul e de todo Vale do Juruá. A ponte permitirá mais desenvolvimento, mais conforto, e que produtos básicos e importantes cheguem mais baratos à população.
Imagine a alegria do povo do Miritizal, que, mesmo tão perto do Centro de Cruzeiro do Sul, antes não podia sequer usufruir de um serviço emergencial de saúde ou de segurança!

Os desafios da construção de uma ponte dessa magnitude são marcados pelo arrojo e pela determinação ousam tal empreendimento. Uma obra de tal magnitude representa uma prova inequívoca de que o nosso projeto político, em consonância direta com o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma, está fazendo muito bem para o povo do Acre.

A continuidade do projeto da Frente Popular do Acre, que teve o passo inicial com os oito anos do governo Jorge Viana, a fase de afirmação e expansão com os quatro anos do governo Binho Marques, e prossegue agora com o arrojo e a determinação do governador Tião Viana, com seu incontestável entusiasmo para servir ao povo de todo o coração, nos dá a plena garantia de que o Acre será cada vez mais desenvolvido e capaz de proporcionar melhores condições de vida para todos os acreanos.

* Aníbal Diniz é senador pelo PT do Acre

Assuntos desta notícia


Join the Conversation