Pesquisa aponta que 68% da população da Capital acredita que houve melhorias na área de segurança

Pesquisa realizada pelas secretarias de Segurança e de Articulação Institucional revela que 68% dos riobranquenses consideram que houve melhoria nos serviços prestados pelas polícias nos últimos 5 meses na zona urbana da Capital. A análise tem o objetivo de avaliar o grau de satisfação e a sensação de segurança da população em relação aos serviços prestados pelos órgãos de Segurança Pública nas 5 regio-nais urbanas da Capital.
Pesquisa
A metodologia adotada para a confecção da pesquisa foi a amostragem aleatória probabilística simples, que garante a margem de erro em 2,2%, considerando um nível de confiança de 95%.

Um dos fatores determinantes para que a população sentisse maior segurança  é o Pacto pela Paz, que prevê uma série de metas a serem atingidas pelas polícias. O Pacto foi concebido com ampla participação da população e de gestores dos municípios acreanos, e se caracteriza por interligar as polícias e os órgãos de Segurança Pública.

“A decisão do governador Tião Viana de construir o plano de metas, que prevê a redução da criminalidade, fez com que cada batalhão, cada regional, buscassem atingir as metas, e assim o trabalho melhorou. O índice de satisfação está ligado à melhoria do trabalho dos poli-ciais”, destacou o secretário adjunto de Segurança, Ermício Sena. O desenvolvimento do Plano de Metas já garantiu a redução da taxa de homicídios. Nos seis primeiros meses de 2011, foi registrada a queda de 37,64% do número de homicídios.

Em um primeiro momento foi feita a leitura do programa de governo para os próximos quatro anos, considerando as realizações de governos anteriores. E depois foi realizado um estudo da situação da criminalidade nos últimos 10 anos. Esses índices  serviram de base para que os gestores do Sistema de Integrado de Segurança Pública (Sisp) definissem os objetivos e metas a serem atingidos em 2011. (Agência Acre)

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation