Seminário discute piso salarial e a carreira de funcionários de escola

Com o tema Unidos pelo piso salarial, o Seminário de Funcionários de Escola foi realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) durante esta quinta-feira, 4, com a presença do coordenador da Comissão de Educação do Senado Federal, José Ronald, e o secretário de Direitos Humanos da Confederação dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Zezinho Prado. No debate entraram ainda temas referentes à formação dos trabalhadores de nível médio das escolas públicas, plano de cargos e carreiras, previdência e realização de concurso público.

A presidente da CUT/AC, Rosana Nascimento, lembra a necessidade de formação desse trabalhador de nível médio que atua dentro da escola e destaca alguns avanços como a capacitação técnica nas áreas de gestão escolar, gestão de alimentos, infra-estrutura e multimeios. Para este segundo semestre, uma parceria com o Instituto Federal do Acre (Ifac) prevê a oferta de 80 vagas distribuídas entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul para o curso Processamentos Escolares.

O Acre tem em torno de 25 funcionários de escola. Dois mil deles, entre merendeiros, secretários, vigias, serventes, agentes de portaria, inspetores já passaram por cursos de formação. “É uma pós-ensino médio, que ajuda esses trabalhadores a conhecerem melhor o sistema educacional e eleva o nível do serviço nas escolas”, define Rosana. Lutar pelo piso salarial e carreira técnica são os próximos passos para garantir os direitos para a categoria. Sindicato e CUT também querem discutir com as secretarias de educação progressão na letra de 3 em 3 anos.

O secretário de Direitos Humanos da CNTE, Zezinho Prado, diz que não basta ter dispositivos legais se a categoria não estiver envolvida na contribuição deste projeto. “O PCCR tem que ter a cara dos funcionários de escola discutam mais e possam intervir, pois este movimento acontece em vários Estados e agora com instrumentos legais disponíveis. É preciso participar para construir políticas públicas que reflitam os anseios da classe.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation