Cobrador faz extra como moto-taxista e é assaltado por passageiro

O cobrador Zildomar Batista Lima, 39, quase foi morto em um assalto na noite de ontem, 5. Ele havia terminado seu trabalho e decidiu fazer um extra de moto-taxista, aceitando uma corrida do bairro João Eduardo ao Pólo Calafate.  No trajeto, o passageiro puxou de uma arma e o alvejou com um tiro na nuca. Após disparar contra Zildomar, o criminoso roubou os documentos, dinheiro e a moto da vítima.

O cobrador só não morreu porque o tiro que atingiu a sua nuca não foi reto, saiu na face. Por isso, ele teve condições de se mexer para pedir socorro aos moradores do local.

Uma equipe do Samu socorreu a vítima, que foi conduzida ao PS de Rio Branco. Equipes da PM realizaram buscas na região na tentativa de prender o acusado.

 

Assuntos desta notícia


Join the Conversation