Bolsa Verde chega às primeiras famílias da Resex em Xapuri

Cerca de 60 famílias de moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, nos limites de Xapuri, assinaram ontem, 16, os primeiros termos de adesão ao Programa de Apoio à Conservação Ambiental (Bolsa Verde). Instituído pelo Governo Federal como parte do programa Brasil Sem Miséria, e voltado para grupos sociais em situação de extrema pobreza que vivem em áreas socioambientais prioritárias, o programa vai atingir especificamente famílias que desenvolvem atividades de uso sustentável dos recursos naturais em unidades de conservação e em assentamentos da reforma agrária ambientalmente diferenciados do Incra.

O ato de assinatura dos termos em Xapuri foi realizado no auditório do Centro Estadual de Educação (Cedup/UAB-Acre), com a participação de dezenas de moradores da Resex Chico Mendes no município, em sua maioria mulheres, que assistiram atentamente à exposição dos critérios e normas que regem a participação no programa de transferência de renda. Somente em Xapuri serão beneficiadas 119 famílias de um total de 398 em toda a Reserva Extrativista Chico Mendes, segundo informações divulgadas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A Reserva Extrativista Alto Juruá, outra unidade acreana, tem um total de 406 famílias cadastradas. Já na Reserva Extrativista Cazumbá Iracema são 96 famílias, e na Floresta Nacional Macauã, quatro famílias. Em toda a Amazônia Legal, serão 18.637 famílias beneficiadas a partir deste mês de setembro. O ICMBio tem cadastradas 7.524 famílias nas Unidades de Conservação sob sua administração.

Desse total, 904 foram identificadas nas Unidades de Conservação do Acre. O Bolsa Verde distribuirá inicialmente R$ 300, a cada trimestre, às famílias cadastradas no Bolsa Família.  (Agência Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation