FGTS aos atingidos pela enchente será liberado após declaração da prefeitura

Trabalhadores que tiveram as suas casas atingidas pela enchente já estão procurando as agências da Caixa Econômica Federal para sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Porém, o benefício ainda não foi liberado.

 De acordo com Márcia Guerra, assessora de comunicação da CEF, a instituição está aguardando os dados dos locais alagados. “A prefeitura está fazendo um levantamento nos bairros, verificando nas ruas quais casas foram atingidas pela água. Depois disso, eles irão enviar essa avaliação para a Caixa para liberarmos o FGTS. Somente as famílias destas casas alagadas irão receber o benefício”.
A Caixa Econômica já está se preparando para fazer o atendimento, que não serão realizados nas agências. “Os atendimentos serão feitos por 3 caminhões-agências, pois o fluxo nas demais é muito grande e queremos evitar tumultos. Esperamos que mais de 60 mil pessoas nos procurem para informações sobre o saque. Por enquanto, é importante que os trabalhadores não procurem a Caixa. Quando recebermos o relatório de avaliação de danos, iremos informar em um comunicado oficial”, informou Márcia Guerra.

Bolsa Família – O Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) decidiu mudar o cronograma normal de pagamento do Bolsa Família. Por conta da enchente, os beneficiários de Rio Branco poderão sacar o benefício do mês de fevereiro imediatamente. O de março estará liberado a partir do dia 19.

 O número de famílias contempladas na Capital é de 18.862. O valor total do benefício é de R$ 2.427.320,00.  Caso o beneficiário tenha perdido os documentos, inclusive o cartão do Bolsa Família, deve procurar a prefeitura para obter uma declaração especial de pagamento para poder sacar o benefício. O documento é válido por 60 dias. Se o beneficiário for analfabeto, o documento será identificado pela sua impressão digital.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation