Angelim entrega nova escola Padre Peregrino

O prefeito Raimundo Angelim inaugurou nesta terça-feira, 17, as obras de reconstrução da Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Peregrino, localizada na avenida Sudeste, no Conjunto Tucumã.
Escola Padre Peregrino 2
Fundada em 1992, a unidade passou por uma profunda transformação  ganhou  nova setorização dos ambientes e ampliação da estrutura física a partir da criação de mais três salas de aula, sendo uma de multimeios e laboratório de informática.   “É a alegria que tenho como homem público e educador: abirar uma escola”, disse Angelim.

Participaram da cerimônia, pais de alunos, lideranças comunitárias, técnicos e gestores públicos, além do vereador Marcelo Jucá. “Este é um momento de agradecer  aos pais, ao prefeito, professores,  a todos que contribuíram para que este projeto se realizasse”, disse Vilma Soares, diretora da escola.

A edificação mudou completamente com as seguintes obras: demolição dos antigos sanitários e construção de novas instalações com WC feminino e masculino e para portadores de necessidades especiais; reformação da área administrativa com novo dimensionamento dos ambientes; trocal total da cobertura e do forro;  novas instalação hidrossanitárias e elétricas; nova pintura; novo muro padrão PMRB; urbanização da área interna da escola, com calçadas, jardins e estacionamento; parque infantil destinado à recreação e convivência; e construção de calçada aaaanos padrões da PMRB.

O estudante  André Luiz, do 5º ano,  fez o agradecimento em nome dos alunos: “quero agradecer  em nome de todos os colegas, ao nosso prefeito Angelim que mandou fazer esta reforma para nossa escola ficar bonita. Agradeço também ao secretário Marcio Batista que acompanhou todo o trabalho de reforma”, declarou André.

O nome  Padre  Peregrino homenageia o religioso  católico Wanderillo Carneiro de Lima, que ficou  popularmente conhecido como Padre Peregrino. A  unidade  foi inaugurada em 10 de dezembro de 1992 pelo então prefeito Jorge Kalume.  Peregrino nasceu na Serra do Estevão, no Estado do Ceará, em 25 de julho de 1913 e faleceu em Rio Branco em 14 de setembro de 1992.    O padre veio para o Acre ainda criança. Obteve em Roma sua graduação pastoral, retornando ao Acre em 1937 atuando em seringais e comunidades ribeirinhas.

A escola está entre as melhores do Estado do Acre no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que é a  “nota” do ensino fundamental  no país. Numa escala que vai de 0 a 10, o Ministério da Educação  fixou a média 6  como objetivo para o país a ser alcançado até 2021. 

O indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar (ou seja, com informações enviadas pelas escolas e redes), e médias de desempenho nas avaliações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Saeb (para os Estados e o Distrito Federal) e a Prova Brasil (para os municípios).  Com isso, é possível  dizer que o Ideb da Escola Padre Peregrino está entre os melhores: 5,4 pontos na escala que até 6.

A escola atende a mais de 500 crianças em dois turnos e 18 turmas, além de prestar educação específica a nove portadores de necessidades especiais. (Ascom PMRB)

Escola Padre Peregrino 3

Assuntos desta notícia

Join the Conversation