Caixa começa pagamento do FGTS a vítimas de enchente de 9 bairros de Rio Branco

A Caixa Econômica Federal inicia, nesta terça-feira (10), o atendimento para liberação do saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para mais de 40 mil trabalhadores da cidade de Rio Branco (AC). Em decorrência das chuvas, a capital do Acre decretou estado de calamidade pública, conforme a lei 8.036/90.
 
 Serão instaladas, inicialmente, duas Centrais de Atendimento, uma na Arena da Floresta (Central 1) e outra no Corpo de Bombeiros (Central 2), com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 9h às 14h. As centrais contatarão com unidades temporárias de atendimento (UTA) e unidades de atendimento itinerante (caminhões agência).
 
A Central 1 atenderá os trabalhadores dos bairros Taquari, Triângulo Novo, Triângulo Velho, Quinze e Cidade Nova. O atendimento na Central 2 abrangerá os bairros 6 de Agosto, Baixa da Habitasa, Baixa da Cadeia Velha e Habitasa.
 
As centrais receberão 30 empregados da CAIXA, provenientes da Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rondônia, que prestarão informações e procederão à liberação dos recursos do FGTS.

Nos municípios com declaração de situação de emergência ou estado de calamidade pública, a exemplo de Rio Branco, os trabalhadores, residentes nas áreas atingidas e informadas pelo poder público local, têm direito a sacar o valor existente, limitado a R$ 6,22 mil por conta vinculada do FGTS. É preciso ter saldo em conta para realizar o resgate.

O trabalhador tem até 90 dias, após a publicação do ato pelo Ministério da Integração Nacional, reconhecendo a situação de emergência do município, para solicitar o saque. (Ascom Caixa)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation