Grávidas, haitianas realizam pré-natal na Barbara Heliodora

Na manhã desta quinta-feira,12, a Secretária de Políticas para as Mulheres (SEPMulheres), Concita Maia, esteve no Parque de Exposições Marechal Castelo Branco para conversar com as haitianas e verificar quais as principais necessidades dessas mulheres.
Atendimento grávidas 2
“Viemos para dar as boas vindas a todas e todos. Estamos em parceria com as demais secretarias para dar o melhor acolhimento possível. Vim conhecer cada uma de vocês”, disse Concita Maia.

Logo na chegada equipes das secretarias de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), de Desenvolvimento Social (Seds), de Saúde (Sesacre) e Secretaria Municipal de Saúde faziam o acolhimento no posto de saúde que foi usado pelos desabrigados da enchente.  Até agora chegaram cerca de 70 haitianos, sendo 38 mulheres. Todos são vacinados e fazem exames.

Concita Maia contou às haitianas que na próxima semana, depois que elas forem cadastradas e passarem por todos os exames necessários, haverá uma programação para que conheçam um pouco do Acre. “Vamos levá-las para conhecer a cidade e os principais pontos. Assim elas vão poder saber que aqui as recebemos de coração aberto”.

Durante a conversa com a secretária Concita Maia uma das haitianas perguntou se haverá trabalho para elas. “Vamos cruzar os cadastros e ver se há uma maneira de inserir vocês no mercado de trabalho. Precisamos ver o que pode ser feito, o que vocês sabem fazer. Tudo isso será estudado em parceria com as secretarias estaduais e municipais. Mas a princípio, vamos atender o que prioridade aqui”, explicou Concita.

Atendimento às grávidas
Antes que Concita Maia deixasse o local, duas haitianas, a abordaram reclamando de dor. Lucienne e Ysmela disseram estar grávidas. Como o atendimento com um médico será realizado nesta sexta-feira, a secretária levou as duas, pessoalmente, na Maternidade Bárbara Heliodora.

“O médico virá nesta sexta e eu fiquei preocupada, Com gravidez não se brinca. Vamos garantir o pré-natal delas. Toda mulher tem o direito de ter esse atendimento e, claro, aqui não vai ser diferente. É o mínimo que podemos fazer”, enfatizou a secretária.

As haitianas foram atendidas e fizeram exames para confirmar o tempo de gravidez. Segundo Lucianne, de 24 anos, nunca tinha feito um exame preventivo de câncer de colo de útero. “Esse exame nunca fiz na minha terra. Não sabia que existia”, disse em espanhol.

“Ao todo são quatro grávidas que receberão o mesmo atendimento na Maternidade. Uma equipe da SEPMulheres vai levá-las e estará com elas em todo o momento até que voltem ao Parque. Essa é a nossa missão: servir. E é isso que continuaremos fazendo”, finalizou Concita Maia. (Assessoria)

Haitianas grávidas iniciam pré-natal na Maternidade Bárbara Heliodora
Assuntos desta notícia

Join the Conversation