IBGE revela que quase 7 em cada 10 acreanos são solteiros

Quando se trata do estado civil dos seus habitantes, o Acre é realmente um grande ‘enigma’ para as estatísticas. Ao mesmo tempo em que aparece em 1º lugar entre os Estados brasileiros com os maiores índices proporcionais de casamentos realizados (algo entre 11 a 12%, quase o dobro da média nacional, que é geralmente de 6,5% por ano), o Acre também figura – e muito bem – na lista dos lugares do país onde há mais pessoas que se declaram ‘solteiras’.

De acordo com dados do IBGE, o Acre é o 5º Estado onde há mais solteiros no Brasil, com um percentual de 68% do total da sua população (o que daria cerca de 498 mil pessoas). Em outras palavras, de cada 10 acreanos, praticamente 7 assinalam ‘solteiro’ como o seu estado civil. Os números são referentes a mais uma leva de dados do Censo 2010, divulgados pelo IBGE na última sexta (27).

À frente do Acre no top 5 dos que mais têm solteiros, estão o Amapá (com 76% de sua população composta de solteiros), o Amazonas (71%), Pará (70%) e Roraima (69%) – todos da Região Norte. Em comparação com a média nacional, que é de 55,34% (isto é, 89,3 milhões de brasileiros são solteiros), o Acre está com uma superioridade de 12,66 pontos percentuais.

O fator que explica o alto percentual de solteiros no Acre em confronto com o título de ‘local onde as pessoas mais se casam’ são os índices locais de divórcios. Segundo estimativas, de cada mil habitantes no Acre, em torno de 12 deles se divorciam por ano. É o estado com a maior proporção de divórcios. E, como se não bastasse, o Acre também é o Estado de maior porcentual de seus divórcios feitos da forma direta (mais de 97,5% deles, ou seja, quase todos).

Assuntos desta notícia

Join the Conversation