Reconstrução do Barral Y Barral é o nascimento de mais uma unidade de referência na saúde de Rio Branco

BarralO centro de saúde Barra Y Barral é uma unidade de referência não  apenas  para os moradores da cidade mas principalmente para a população rural. Milhares de pessoas recorrem à ela todos os meses em busca de consultas, exames, tratamento.  Nesta sexta-feira, 27,  o prefeito Raimundo Angelim divulgou a audiência que manteve com o senador Aníbal Diniz na Secretaria de Atenção Básica do Ministério da Saúde, em Brasília para reafirmar a necessidade de se reformar e modernizar o Barral Y Barral.

Devido sua dimensão, o projeto não foi incluído como unidade básica de saúde mas como unidade de média complexidade. A proposta arquitetônica consta da demolição do predito atual e construção de um pequeno edifício de três andares ampliando-se  o espaço de consultas  com  novos consultórios, salas de exame e hall de espera climatizado. “Será uma unidade com capacidade para atender pelo menos 600 pessoas todos os dias”, prevê o secretário de Saúde de Rio Branco, Osvaldo Leal.

Serão investidos cerca de R$ 5,1 milhões em recursos do Governo Federal com a devida contrapartida do Tesouro Municipal.  Quem procurar essa unidade  irá encontrar ambientes e serviços como recepção, espera climatizada, farmácia, escovódromo, sala de coleta, laboratório, sala do educador,  sala de nutricionista, recursos humanos, coordenação,  administração,  sala de imunização, neonatal, sala de nebulização, sala de vigilância epidemiológica, copa, depósito de material de limpeza, almoxarifado, sanitários feminino e masculino, portadores de necessidades especiais;  sanitários para funcionários, sala de medicação e observação, sala de suturas e curativos, expurgo,  esterilização e distribuição, consultório de pediatria,  consultórios de clínica médica, dois consultórios de enfermagem,   consultório ginecológico,  consultórios odontológicos com várias cadeiras,  sala de raio-x ondontológico, um consultório de piscologia,   consultório de fonoaudiologia, sala CTA e auditório.

O projeto já foi aprovado em várias etapas  e sua tramitação está em fase final –mas é necessário esforço político para que o convênio seja firmado o mais breve possível porque 2012 é ano eleitoral e há prazos legais para que essa ações possam acontecer. “São tantos os projetos que estão nas mesas dos Ministérios que se a gente não estiver lá, lembrando da importância deles, há lentidão”, disse o senador Aníbal Diniz.

A unidade contará com todas as ações básicas de saúde na comunidade, incluindo uma sala de observação e consultório de oftalmologia. A obra inclui a reforma completa de sua área física,  adequação e criação de novas salas e ambulatórios, climatização de todos os espaços internos e outras ações. (Ascom PMRB)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation