Governo faz a identificação de pessoas em situação de vulnerabilidade

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), em parceria com a Secretaria de Cidadania Social de Rio Branco (Semcas), realiza desde o dia 30 de março uma ação de abordagem à população que vive nas ruas da capital, expostas e vulneráveis.

Semanalmente, o trabalho vem sendo realizado em locais previamente identificados como os de maiores presenças e permanências dessas pessoas.

O objetivo da ação é diagnosticar a real situação dessa parcela da população, onde muitas pessoas se encontram com rompimento dos vínculos familiares, algumas ainda originarias de outros municípios e Estados.

Entre as problemáticas apresentadas e levantadas pela a equipe, a de maior incidência, com 47% até o momento, é a dependência e o uso de drogas lícitas e ilícitas, tendo como consequências: prejuízo no desenvolvimento emocional, ruptura do processo educacional e produtivo, e, sobretudo, dos vínculos familiares.

Paralelamente ao processo de levantamento de dados, que vem contribuindo nas discussões para elaboração de políticas públicas, a ação, em curto período, já possibilitou identificar diversas necessidades individuais, bem como o encaminhamento socioassistencial e de saúde, inclusive para atendimento em comunidades terapêuticas. (Agência Acre)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation