Sociedade civil e poder público se reúnem na 9ª Conferência Estadual da Criança e do Adolescente

A 9ª Conferencia Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente teve início ontem, 3, no auditório da FAAO. O evento tem como objetivo mobilizar a população e os diversos atores do Sistema de Garantia de Direitos para monitorar a Política e o Plano Decenal de Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes. A abertura contou com apresentação musical das crianças do grupo Som da Floresta, projeto criado pela Vertente.

De acordo com o procurador de Justiça, Carlos Maia, a conferência visa estabelecer ações para a implementação da política estadual e da política nacional do sistema de garantia dos direitos da criança e do adolescente. “Muita coisa ainda precisa avançar para garantir esses direitos, mas o que eu posso dizer é que a sociedade, as organizações não-governamentais e os órgãos governamentais venham em conjunto e em parceria para que, de fato, este plano decenal e essa política esta-dual e nacional sejam implementadas”, disse Maia.

A conferência avalia, monitora e fortalece as políticas dos direitos da criança e do adolescente, que são fundamentais para o nivelamento das políticas que já estão sendo implementadas nos Estados e nos municípios. “Hoje o Estado tem uma política muito forte nessa questão de proteção da criança e do adolescente, desde os programas do governo, que diz respeito à questão de habitação, aos serviços de atendimento sociais e ao acompanhamento das famí-lias”, argumentou o secretário de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), Antonio Torres. (Assessoria Seds)

Assuntos desta notícia

Join the Conversation