Pular para o conteúdo

Inscrições para o edital do Amazônia Cultural abertas até 30 de setembro

Edital cultura As inscrições para o edital de  apoio a projetos do Programa Amazônia Cultural estão abertas até 30 de setembro. O programa pretende fomentar a produção cultural da Região Norte e contemplar o público ainda não alcançado com recursos da Lei Rouanet. Ele foi cria-do pelo Ministério  da  Cultura (MinC),  por meio da  Secretaria  de  Fomento  e  Incentivo  à  Cultura (SEFIC), em parceria com o Fórum de Gestores de Cultura da Região Norte. Os recursos para o desenvolvimento dos projetos será de R$ 5 milhões, oriundos do Fundo  Nacional  da  Cultura  (FNC).

 “O Acre deu sua contribuição na formatação desse programa que é muito importante para a nossa região em vários aspectos. Existe uma demanda reprimida que precisa ser atendida, e que não consegue acessar os recursos dentro da política de fomento e incentivo do MinC. É uma forma de permitir o acesso, e de implementar uma política que tenha um olhar amplo sobre a cultura brasileira”, disse Francis Mary Alves, presidente da FEM, e membro do fórum de gestores.

 Por meio da concessão de recursos financeiros, o programa pretende fomentar, incentivar, valorizar, estimular,  fortalecer, capacitar e difundir ações da cultura brasileira na Região Norte do país.  Produtores,  artistas,  estu-diosos,  técnicos,  agentes  culturais,  mestres  e  mestras  dos  saberes  e  fazeres  da  cultura  popular,  poderão apresentar seus projetos no edital.
 
“A ideia é promover  e  difundir o  acesso  à  cultura e redes culturais da região norte do país”, explica Francis Mary.

 Eixos do programa – São quatro eixos: estímulo à produção e inovação cultural; fortalecimento de redes e valorização da cultura local; pesquisa, formação e capacitação e circulação e intercâmbio. O primeiro deles é direcionado a projetos  que  fomentem  ou  desenvolvam  atividades  voltadas  para  inovação,  criação  e  produção cultural.
 
 Já o segundo  contemplará ações que valorizem a cultura e as expressões  locais,  fortalecendo as  redes de cooperação e organizações de pessoas, possibilitando o desenvolvimento socioeconômico da região. O terceiro é para projetos  que  envolvam  levantamentos  de  dados  e  ações  de  formação  e  capacitação  e  que promovam  o  fortalecimento  e  o  desenvolvimento  da  cultura  na  região,  possibilitando  a  troca  de  conhecimentos e experiências. E o último eixo é para projetos  que  possibilitem  encontros  artísticos,  trocas  de  conhecimentos e  saberes,  circulação e acesso cultural, desde que a execução ocorra em, no mínimo, dois municípios da Região Norte.

 As inscrições devem ser feitas pelo Sistema SalicWeb, disponível no site do MinC. Não será cobrada taxa de inscrição. Para saber mais acesse: www.cultura.gov.br (Rose Farias/Assessoria FEM)