Pular para o conteúdo

Cruzeirense está entre os 40 vencedores do concurso nacional ‘Professores do Brasil’

 Considerado o maior prêmio já realizado na área de educação no país, ‘Professores do Brasil’ teve em sua 7ª edição do concurso um cruzeirense selecionado entre os 40 professores vencedores.

 O professor de artes visuais, Aldemir Maciel, que trabalha com a disciplina na Escola Professor Flodoardo Cabral, não hesitou em descrever sua experiência pedagógica e relatou o projeto “Ritmos da Amazônia”, criado por ele em 2002. De acordo com o docente, o projeto trabalha de forma integral à cultura da de Cruzeiro do Sul.

“Essa experiência pedagógica, chamada “Ritmos da Amazônia”, acontece há 11 anos, na Flodoardo Cabral. É um trabalho positivo em relação à permanência do aluno na escola, ou seja, ele se sente parte integrante da escola. Várias oficinas são executadas pelos próprios alunos, tornando o professor um mero mediador do conhecimento. Então o projeto é bem integral, no qual toda a comunidade escolar, entre eles os pais, colaboram para o sucesso dele”, expressou o professor.

 Os avaliadores do concurso observaram nos projetos vencedores, se as experiências promoveram o sucesso escolar e a qualidade da aprendizagem; a permanência do aluno na escola; a participação da família no processo de aprendizagem; a inclusão educacional, social, racial e digital; a formação ética, artística, cultural e cidadã dos estudantes.
Segundo Marcondes Maciel, gestor da escola, os trabalhos desenvolvidos pelos professores da instituição, têm trazido resultados positivos, pois insere os alunos nos sucessos alcançados. “Não só o professor Aldemir, trouxe uma premiação para a escola, mas os demais também vêm se destacando ao longo do ano, mas o projeto nos incentiva a ter objetivos e buscar a alcançá-los”, comentou o gestor.

 Orgulho é o sentimento estampado no relato do aluno, do 2º ano do ensino médio, Júnior Guimarães ao falar do dinamismo, entusiasmo e dedicação no trabalho realizado pelo professor. “É muito importante esse trabalho desenvolvido no projeto Ritmos da Amazônia, pois nós alunos, nos deparamos com um aparato cultural grandioso, despertando-nos o interesse pela arte e a cultura de nossa região”, salientou o aluno.

 Dos 3.221 projetos inscritos de todo o país, foram selecionados aqueles que tiveram destaque pela inovação e criatividade na busca da melhoria da qualidade da educação básica. A premiação, de R$ 6 mil, troféus, certificados e um prêmio extra surpresa de R$ 5 mil, entregue a oito educadores, articulada ao desenvolvimento do currículo, serão entregues no dia 12 de dezembro na capital federal.