Pular para o conteúdo

Ligações clandestinas trazem riscos a quem circula no Calçadão da Benjamin Constant

Foto legenda - OLEm quase todos os postes de energia do calçadão da Benjamin Constant, no centro de Rio Branco, há ligações clandestinas. Os ‘rabichos’, como são mais conhecidos, são feitos por vendedores que trabalham no local e representam um risco para quem circula na área.

Dona Helena Alves vende banana frita há quase 25 anos e conta que desde o começo esta é a única alternativa para continuar trabalhando. “Muitos anos que nós trabalhamos aqui e graças a Deus nunca deu problema”, conta.

Apesar de nenhum acidente ter sido visto por dona Helena, a situação é nitidamente preocupante. Ainda mais porque são encontradas fiações que ficam pelo chão. Em dias chuvosos, os fios passam por cima de pequenas poças de água. Existe, inclusive, um disjuntor para cortar a energia do poste na hora de fazer a ligação clandestina.

Algumas pessoas que passam pelo lugar não percebem o risco que correm. Mas, ao se darem conta de que existem dois elementos que não combinam tão próximos, demonstram preocupação com a falta de segurança.

Segundo a Eletrobras Distribuição Acre, a empresa já vinha realizando um levantamento destas irregularidades, mas o trabalho foi paralisado devido ao projeto da construção do Shopping Popular pela Prefeitura de Rio Branco.

O local só poderá ser desocupado após a construção do empreendimento, o que deve ocorrer em um prazo aproximado de dois anos. (Do G1/AC, com colaboração de Debora Ribeiro, da TV Acre/ Foto: Odair Leal/ A GAZETA)