Pular para o conteúdo

Incêndio destrói 9 comércios perto dos mercados do Centro da cidade

Um incêndio de grandes proporções assustou quem passava no Centro da cidade na tarde de ontem (11). O fogo destruiu 9 pequenos comércios instalados perto do Centro Comercial Aziz Abucater, ao lado do mercado municipal Elias Mansour e por trás do Terminal Urbano, no bairro Cadeia Velha. A queima começou por volta das 14h20 da tarde, nos bares situados às margens do Rio Acre. E só passou a ser controlada mais de 1 hora depois, após às 16h15.

Como a maioria das lojas e das pensões no local são construídas em madeira e por terem em estoque produtos altamente inflamáveis, as chamas se espalharam rapidamente pelo lugar.

Três equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, além de caminhões-pipas de empresas privadas, foram imediatamente ao local para conter o incêndio. O trânsito no local foi desviado para a Avenida Ceará. Liberaram a Epaminondas Jácome só para a passagem dos caminhões dos bombeiros e dos carros pipas. Agentes de trânsito controlaram o tráfego de veículos em vários pontos do Centro e do 2º Distrito. Ao chegarem, os bombeiros isolaram a área (embora muitos populares tenham ‘furado’ o isolamento policial) e agiram para debelar o fogo.  

Há várias versões para o estopim das chamas. A mais provável (inclusive confirmada por fontes não oficiais da polícia) é de que um homem – não identificado – teria deixado uma bolsa em um bar do mercado. A bolsa teria sido roubada. Irado por ter perdido seus pertences, o desconhecido teria saído do bar, ameaçando o dono de que se vingaria dele por ter ‘permitido’ o furto. Horas depois, ele teria vindo cumprir a ‘promessa’, ateando fogo no local. Dali, o incêndio se alastrou.

Os bombeiros, todavia, devem emitir um laudo com as causas do incêndio em alguns dias.

Ao saber do incidente, o prefeito Marcus Alexandre se dirigiu logo ao local e acompanhou toda a operação, colaborando no planejamento das ações. O prefeito permaneceu no local com seus assessores, ajudando na organização dos trabalhos. “O mais importante é que vidas sejam preservadas”, disse o prefeito, in loco.

O incêndio não fez nenhuma vítima. Porém, comerciantes que atuam no local tiveram amargos prejuízos. Alguns perderam tudo e tiveram seus espaços totalmente consumidos pelas chamas, enquanto outros só conseguiram salvar alguns pertences antes do fogo se alastrar. Relatos dão conta que uma casa agropecuária no local chegou a explodir durante o sinistro.

Casas vizinhas também foram atingidas e ficaram bastante danificadas. (Com informações  da Ascom PMRB)

incendio2 olincêndio - OL 14