Pular para o conteúdo

Sisu: inscrições começam hoje

Enem 2013O Ministério da Educação o resultado da edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As notas já podem ser consultadas no site do Enem (http://sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem/). Para ver o resultado, o candidato precisa inserir seu CPF ou número de inscrição, além da senha cadastrada no sistema. O site traz um link para recuperar a senha, caso o candidato tenha perdido.

O Enem foi realizado nos dias 26 e 27 de outubro. Mais de 5 milhões de candidatos fizeram as provas em todo o país. No Acre, 63.516 candidatos foram inscritos no Enem. Eles responderam a questões de quatro áreas do conhecimento do ensino médio (ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens) e fizeram uma redação, que teve como tema a Lei Seca.

Com as notas o candidato pode se inscrever nos programas do Governo Federal
Por enquanto, o sistema está disponível apenas para consulta. Nele, o candidato pode pesquisar as vagas oferecidas pelas instituições federais, entre elas, a Universidade Federal do Acre (Ufac) que oferece as 2.050 vagas. No Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac) são 600 vagas oferecidas em 10 cursos.

Para concorrer às vagas os candidatos devem se inscrever a partir de segunda-feira (6) e vão até as 23h59 do dia 10 de janeiro no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), através do site (www.sisu.mec.gov.br). Em todo o país são 171.756 vagas da edição do primeiro semestre de 2014 oferecidas pelas 115 instituições de ensino superior.

O candidato que vai concorrer a uma vaga em instituição pública de ensino superior pelo Sistema, além de ter feito a última edição do Enem, precisa ter tido nota acima de zero para ser considerado. Pelo menos 25% das vagas do sistema precisam ser reservadas, por lei, a alunos que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas.

Ao acessar o sistema, os estudantes poderão checar todas as vagas disponíveis para a seleção. Porém, cada estudante poderá se inscrever em duas opções de vagas. No ato da inscrição, será preciso escolher, em ordem de preferência das vagas, a instituição, o local de oferta, o curso e o turno em que ele é ministrado.

Na hora de fazer as duas opções de vaga, o candidato deve escolher uma das três modalidades de concorrência: a concorrência pelo sistema de cotas que segue a lei federal, a concorrência pelo sistema de ação afirmativa determinado pela instituição de ensino que oferece a vaga, e a ampla concorrência. Pela lei federal de cotas, em 2014 pelo menos 25% das vagas de cursos em instituições de ensino superior públicas serão destinadas a alunos oriundos de escola pública. Dentro desse grupo, metade das vagas será reservadas a estudantes com renda familiar de até 1,5 salário-mínimo.

Outra parte será ocupada por alunos negros, pardos e indígenas, em divisão feita proporcionalmente à porcentagem de negros, pardos e índios na população do estado da instituição, segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar de as instituições serem obrigadas a oferecer pelo menos 25% das vagas nessas condições no próximo ano, elas são livres para aplicar outras medidas de ação afirmativa com as demais vagas.

A nota do Enem também serve para outros programas do governo federal, como o de cursos do ensino técnico (Sisutec), de bolsas de estudos em universidades particulares (Pro-uni), financiamento estudantil (Fies) e intercâmbio no exterior (Ciência sem Fronteiras).

Para mais informações, acesse www.enem.inep.gov.br.

Resultados
No dia 13 de janeiro será divulgada a primeira chamada do Sisu do primeiro semestre de 2014. Os candidatos aprovados deverão fazer a matrícula nos dias 17, 20 e 21 de janeiro nas instituições de ensino que oferecem as vagas, apresentando os documentos exigidos por elas e pela lei federal de cotas.

A segunda chamada será divulgada no dia 27 de janeiro, e a matrícula deverá ser feita nos dias 31 de janeiro e 3 e 4 de fevereiro. Os candidatos que não forem convocados nas duas chamadas terão entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro para manifestar interesse em participar da lista de espera, usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas que ainda estiverem abertas.

(Foto: Cedida)