Pular para o conteúdo

Governo forma 224 novos policiais militares para todo o Acre

governador em exercício César Messias lembrou que mesmo com a crise econômica os investimentos em segurança pública não pararam Foto Sérgio Vale Secom“Servir e proteger”, este é o lema que vai nortear a vida dos 224 novos policiais militares formados na manhã desta quinta-feira, 16. A cerimônia foi realizada em frente ao Quartel do Comando Geral, com a presença do governador em exercício César Messias, do comandante-geral da corporação, coronel José Anastácio, e de demais autoridades e familiares dos formandos.

Os policiais serão designados para os batalhões de todo o Estado. Para a Capital foram designados 60 profissionais. E entre os 224 novos membros da corporação, 33 são mulheres. César Messias lembrou como o Estado tem investido em equipamentos, veículos e contratações mesmo num período de crise econômica.

“E ainda assim, mesmo com todas as dificuldades, nosso governo tem dado toda a atenção possível ao sistema de segurança pública. E se vocês novos policiais estão aqui hoje é porque também tiveram educação desde o berço familiar e sei que nos honrarão com o serviço à sociedade”, disse Messias.

Os novos soldados foram submetidos a um curso de formação em tempo integral e dedicação exclusiva com duração de sete meses no Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurança Pública e Justiça (CIEPS). Além da qualificação militar, foram repassadas instruções teóricas e práticas de direitos humanos, técnicas policiais e de salvamento, disciplinas jurídicas sociológicas, meio ambiente e outras.

Para o coronel Anastácio esse momento só fortalece a instituição e seu compromisso com a sociedade, lembrando que a Polícia Militar do Acre é considerada a mais honesta do Brasil, segundo o Instituto Datafolha. “Esses homens e mulheres estão preparados para ir até mesmo além das atribuições da PM. Nosso lema é ‘servir e proteger’ e essa é a obrigação número um não só dos nossos novos soldados, mas de todos os policiais que compõem a nossa corporação”.

O concurso realizado em 2013 para a seleção dos novos policiais militares também foi inédito por abrir 12 vagas exclusivas para músicos, que compõem hoje a banda da PM, a Furiosa. Sammuel Pinheiro, além de um dos novos soldados é o primeiro lugar no curso de formação. Emocionado com a formatura, ele afirma que acima de tudo, essa é uma profissão de compromisso: “A partir de agora eu espero contribuir de verdade pela consolidação da nossa corporação e conseguir transferir o sentimento de segurança pra sociedade”. (Samuel Bryan/ Foto: Sergio Vale / Agência Acre)