Pular para o conteúdo

Dois menores de idade fazem família de refém e tentam levar carro para a Bolívia

 Cinco homens armados teriam invadido uma casa na madrugada desta terça-feira (7), na Rua Chico Mendes, bairro Novo Calafate.

 Segundo informações, os assaltantes teriam rendido o dono da casa, a esposa e um bebê de apenas 1 mês de vida. Eles estariam dormindo quando foram surpreendidos com os bandidos dentro do seu quarto. Os mesmos ainda teriam atirado dentro da casa para amedrontar as vítimas. Os criminosos teriam amarrado o casal enquanto roubavam seus pertences.

Dois dos acusados teriam saído da casa, levando a Amarok do casal em direção à Bolívia, enquanto os outros três ficaram com os reféns.

 De acordo com policiais militares, os acusados teriam ultrapassado a barreira da Polícia Militar em Senador Guiomard. Foi quando anotaram a placa da caminhonete e acionaram o Ciosp, que conseguiu entrar em contato com a irmã do refém. Ela teria informado que seu irmão deveria estar em casa. Então, os policias desconfiaram que pudesse se tratar de um assalto e mandaram viaturas para a casa da vítima.

 Quando chegaram ao local, os policias encontraram tudo ‘tranquilo’. A casa estaria fechada. Ao chamarem, ninguém teria respondido. Eles ligaram novamente para a irmã da vítima e pediram autorização para entrar na casa. A irmã teria consentido e, quando os policias entraram, encontraram a família ainda amarrada. Foram informados que se tratava de um assalto.
Os policiais acionaram rapidamente assistência à polícia do trevo de Senador Guiomard que já estaria em perseguição à caminhonete junto com homens do Bope, no sentido a Plácido de Castro. Pediram reforço da polícia de Plácido de Castro e ouve troca de tiros. Os policias conseguiram prender os dois que estavam com a caminhonete. Um deles era menor de 17 anos e outro de 16 anos.

 Os dois foram conduzidos para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) em Rio Branco.

 A polícia continua em busca dos outros 3 acusados, que conseguiram fugir.

familiarefemmenores1
Com medo, o dono na casa assaltada não quis se identificar

familiarefemmenores2