Pular para o conteúdo

Tião Viana e médicos discutem melhorias para a UPA do Segundo Distrito

 O governador Tião Viana esteve na noite desta segunda-feira, 6, numa reunião com médicos e outros profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito da capital. A conversa girou em torno do que pode ser feito para diminuir o fluxo de atendimentos e melhorar a qualidade de vida dos profissionais que atuam na UPA de maior movimento do estado.

 Durante o encontro, o governador primeiramente lembrou e agradeceu aos profissionais presentes os resultados alcançados pela saúde do Acre em 2013, como zerar as filas de demanda reprimida das cirurgias. Depois ele ficou a par da situação da UPA, que realiza cerca de 15 mil atendimentos  e 28 mil exames laboratoriais por mês.
“Queremos desafogar o fluxo da UPA aqui no Segundo Distrito em pelo menos cinco mil atendimentos com o fortalecimento das Uraps [Unidades de Pronto Atendimento] e a entrega das UPAs da Baixada do Sol e da Cidade do Povo”, explicou o governador Tião Viana. Em troca, o governador pediu mais comprometimento dos médicos, afirmando total parceria e apoio para poder fazer mais pela saúde do Acre.

 Ao ouvir e debater com os médicos, o governador se prontificou a tomar outras atitudes como a aquisição de um oftalmoscópio para a emergência, cuidar para que a farmácia passe a ficar aberta 24 horas por dia e agilizar a evacuação de pacientes para outras unidades hospitalares quando necessário.

 Entre os presentes, o médico Abraão Alencar foi um dos que falou da necessidade de se buscar um maior equilíbrio dentro da UPA em questões desde a segurança do trânsito, por estar localizada numa rodovia, até o grande fluxo de pessoas. “Trabalho nessa UPA desde o primeiro dia que ela foi inaugurada praticamente. A UPA é a vitrine da saúde do Acre, porque aqui estão as ferveções, então temos que melhorar esse rendimento”, ressalta Abraão.