Gazetinhas 11/02/2014

* Muita gente e emoção ontem no sepultamento do empresário Wilson Barbosa.

* Discreto, de poucas palavras, sim, sim, não, não, o empresário contribuiu para o desenvolvimento do Estado em tempos mais difíceis.

* Amante do esporte, dirigiu o Rio Branco por vários anos.

* Bancou a montagem do jornal A GAZETA DO ACRE, em sua primeira fase, nos anos setenta, nos tempos difíceis da ditadura militar.

* O jornal chegou a ser processado pela Lei de Segurança Nacional.

* À dona Flávia, Mercedes, Marina, Mariane, Wilsinho, Elieser, Siberman e familiares a solidariedade deste jornal.

* E a vida segue.

* A propósito de ditadura, o destaque ontem no noticiário nacional era de que o cinegrafista da Rede Bandeirantes, atingido por um rojão na semana passada durante manifestação no Rio, teve morte cerebral.

* O autor do disparo, um “black bloc”, já foi identificado, como quem lhe repassou o rojão.

* E o que vai acontecer?

* Nada.

* Definitivamente, não foi para isso, para este tipo de selvageria, que se lutou tanto pela redemocratização deste país.

* Mas há segmentos, ditos democráticos e progressistas, que defendem esses grupos de marginais como os “novos agentes da mudança”.

* Babacas.

* Repercutindo ainda bastante a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a demissão dos 11 mil ou 3.425 servidores sem concurso.

* A maioria, com mais de 25 anos de trabalho, está preocupada; há casos de servidores que entraram em depressão.

* Até o presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde, Antônio Daniel, está entre os ameaçados de demissão.

* O que reforça a necessidade de o governo e a classe política se mexerem para tentar reverter a situação.

* E sem contaminação política.

* Na política local, agora rachou de vez, como diz o acreano a oposição “quebrou dentro”, com as declarações do prefeito de Cruzeiro do Sul, de que Petecão e Bocalom são “teimosos” e estariam “fazendo o jogo do PT”.

* Tanto é que Petecão quanto Bocalom já responderam que vão manter suas candidaturas ao Governo, como a do advogado Roberto Duarte Júnior para o Senado.

* E, só de birra, depois de visitarem Feijó e Tarauacá, na semana passada, Bocalom e Roberto Duarte vão esta semana dar um “rolezinho” pelos municípios do Vale do Acre.

* Em tempo: a quem interessar possa, este colunista não tem nada a ver com lançamento de candidaturas, como andaram espalhando.

* Em clima também de decisão sobre a vaga ao Senado, o PT se reuniu ontem num café da manhã para comemorar os 34 anos de fundação do partido.

* A deputada Perpétua Almeida não foi convidada para comer rosquinha.

* Rio Acre sobe, Rio Acre desce e vai ser assim ao longo deste e do próximo mês.

* Em tempo: deu nos jornais no final de semana que 38 pessoas já teriam morrido aqui na fronteira com a Bolívia por causa das enchentes.

* O velho problema: boliviano não sabe nada. Sério.

Assuntos desta notícia

Join the Conversation