Pular para o conteúdo

Atraídos pela cheia do rio, jovens se arriscam saltando de pontes

A enchente do Rio Acre virou atração turística para os moradores do Estado como também para visitantes durante o período de enchente.

 O volume de água do rio atrai famílias para o Calçadão da Gameleira e esportistas que possuem equipamentos aquáticos que aproveitam esse período do ano para reunir amigos e familiares em lanchas, Jet Ski e até mesmo os tradicionais barcos ou catraias.

 Mas, o rio também atrai jovens, adolescentes que sem qualquer fiscalização dos pais ou responsáveis e até mesmo de autoridades policiais, os jovens arriscam suas vidas saltando das pontes e Passarela dentro do rio movimentado por dezenas de embarcações que também não possuem qualquer fiscalização de órgãos responsáveis pela Marinha no estado do Acre.
Enquanto alguns atraem a atenção do público pelas manobras radicais realizadas em seus equipamentos caros, outros da mesma forma atraem olhares pelas peripécias de subir nas estruturas das pontes e saltar no rio em meio a forte correnteza e correndo sérios riscos de morte.

 Toda essa movimentação de adrenalina, misturada à imaturidade de alguns e imprudências de outros se misturas em plena luz do dia no centro de Rio Branco, aos olhos de anônimos longe da visão das autoridades competentes.

jovensrio1