Pular para o conteúdo

Copa dos sonhos: torcedor pode gastar até R$ 30 mil para ver 7 jogos

jair medeiros torcedor - foto jp 2Futebol é a paixão nacional e a Copa do Mundo no Brasil é uma oportunidade de muitos realizar o sonho de ver grandes seleções em campo. Um desses apaixonados é o advogado criminalista Jair Medeiros, 56 anos, que é de Juiz de Fora (MG) e mora em Rio Branco, Capital do Acre. Sorteado para assistir sete jogos do Mundial, o torcedor do Rio Branco e do Botafogo vai encarar cerca de 11.170km e pode gastar até R$ 30 mil durante um mês de viagem.

“Entrei na área das pessoas obesas, onde você paga a metade do preço do ingresso e leva um acompanhante de graça, que no caso será meu filho. Na primeira etapa dos ingressos, solicitei os sete jogos que queria assistir, mas fui sorteado só em um. Na segunda etapa, solicitei mais seis partidas e fui sorteado em todas elas. No jogo da final, porém, só vou se o Brasil chegar lá (ingresso condicionado)”, explicou Medeiros.

O torcedor do Rio Branco e do Botafogo vai visitar as cidades de São Paulo, Salvador, Natal, Fortaleza e Rio de Janeiro durante a competição. Os ingressos para os sete jogos custaram R$ 2,2 mil. As passagens, já compradas, ficaram em R$ 2,5 mil ida e volta de cada (ele vai acompanhado da esposa e do filho). Entre bilhetes, passagens, hospedagem, alimentação e outros gastos, Jair Medeiros pode gastar até R$ 30 mil.

“Como vou ficar o mês inteiro fora vou ter que ir preparado. Minha previsão é que gaste entre R$ 20 a 30 mil. Para mim, vale a pena, porque jamais vou ter outra oportunidade como essa na vida. É um fato histórico que vou poder participar, é agora ou nunca (risos). No dia dos jogos estarei com a bandeira do Acre no meu pescoço, pode ter certeza disso”.

Jair Medeiros chegou ao Acre em 1979 e tem título de cidadão acreano, que ganhou em 2010. Apaixonado pelo futebol, o advogado acompanhou todos os jogos da Seleção Brasileira na Copa das Confederações de 2013. Para ele, o time é o favorito ao título do Mundial.

“O Brasil é sempre assim. Quando está cheio de problema, junta todo mundo e no fim faz um timaço. O Felipão tem uma vantagem, consegue agregar todos junto à ele, como uma família. Aconteceu isso em 2002 (na Copa do Mundo) e em 2013 (na Copa das Confederações). Demos um show de bola na Espanha. O Felipão passa uma energia muito forte para o time e para a torcida. Nós ganharemos essa Copa, com certeza. Em relação à organização, vai dar tudo certo. Vai ser a melhor Copa do Mundo da história”, finalizou.

Após o fim da segunda fase de vendas de ingressos, os torcedores ainda têm chances de comprar bilhetes para o Mundial. A próxima fase, por ordem de pedido, começa nesta quarta-feira, 12 de março, a partir das 8h (de Brasília), no site da Fifa. (Foto: João Paulo Maia)