Pular para o conteúdo

Governo peruano deseja melhorar operações comerciais com o Acre

O governador Tião Viana recebeu em seu gabinete o cônsul geral do Peru, Sandro Baldárrago Silva, e o representante do Ministério do Comércio Exterior, Victor Rondan, nesta terça-feira, 11, para falar sobre uma maior intensidade comercial entre os países, principalmente durante o período de isolamento do estado. As águas do Rio Madeira, em Rondônia, transbordaram e ocuparam parte da BR-364, única ligação do Acre com o Brasil por terra, dificultando o abastecimento.

“O governo do Peru tem conhecimento total de tudo que está ocorrendo no Acre e nosso ministério do Comércio Exterior está trabalhando para ajudar o Estado em tudo que vocês estejam precisando”, disse Sandro Baldárrago. Empresários acreanos têm começado a procurar distribuidores peruanos e o Governo Federal tem prometido melhorar a situação burocrática para importações.

Os representantes do governo peruano informaram que o país se encontra apto a enviar, principalmente, cimento – a partir da cidade de Arequipa – e produtos essenciais como farinha de trigo, uva e tomate. Na ocasião foi entregue uma relação de todos os produtos que podem ser importados do país vizinho pela Estrada Interoceânica (BR-317). Empresários de ambos os lados já estão acenando positivamente para as transações comerciais. (Secom)