Nível do Rio Acre começa a dar sinais de vazante, com queda de 27 cm

Os níveis do Rio Madeira preocupam em Rondônia. Mas no Acre os rios começaram a ‘dar um sossego’ à população ribeirinha e quem mora nas áreas de risco. Na manhã de sexta-feira, dia 28, o Rio Acre deu novos sinais de vazante. Na última medição do dia 27, quinta-feira, às 18h, o rio estava com uma marca de 14,85m. Já na medição das 18h da manhã de ontem, o Rio Acre havia baixado 27 cm, marcando 14,58m na régua para a Capital.

No começo da tarde, o rio seguiu baixando, ficando com 14,60m. Ou seja, de quinta para ontem, o Rio Acre baixou 35 cm.

Diante desta conjuntura, a Defesa Civil manteve suspensa a retirada de famílias de áreas alagadas, uma vez que todas as casas atingidas já foram desocupadas. Já as famílias que estão no abrigo montando no Parque de Exposições deverão esperar mais um tempo para voltar pra casa, uma vez que a situação do rio em Rio Branco ainda é muito instável.

O que ainda preocupa são as previsões meteorológicas. Apenas na tarde de ontem, choveu mais de 37mm de água. E para os próximos 10 dias a estimativa é de o Acre receber mais chuvas.     

Em Brasiléia e em Xapuri o Rio Acre também já vinha apresentando vazantes desde a noite de quinta-feira.    

Sena Madureira – O nível do Rio Iaco na manhã desta sexta-feira é de 13,37m. Em Sena Madureira as águas atingiram cinco bairros e desabrigaram cerca de 1.200 pessoas. Para receber estas pessoas a prefeitura e o Governo do Estado montaram sete abrigos públicos em escolas e ginásios. (Com informações da Agência Acre)

Assuntos desta notícia


Join the Conversation